Alexandre (imperador)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Alexandre
Imperador bizantino
Alexandros mosaic Hagia Sophia.JPG
Mosaico na Basílica de Santa Sofia, com retrato do imperador Alexandre
Governo
Reinado 912 - 913
Antecessor Leão VI, o Sábio
Sucessor Constantino VII
Dinastia Macedónica
Vida
Nascimento ca. 870
Morte 913 (43 anos)
Pai Basílio I, o Macedônio
Mãe Eudóxia Ingerina

Alexandre (em grego: Αλέξανδρος, Alexandros), (ca. 870913) era o terceiro filho do imperador Basílio I, o Macedônio e de Eudóxia Ingerina. Ao contrário do seu irmão mais velho Leão VI, o Sábio, não se discute a sua paternidade entre Basílio I e Miguel III, o Ébrio porque já nasceu anos depois da morte deste último.

Alexandre foi elevado à dignidade imperial pelo seu pai em 879. Aquando da morte de Basílio I em 11 de Maio de 912, Alexandre sucedeu-lhe, partilhando o poder com o jovem filho de Leão VI, Constantino VII. Alexandre demitiu rapidamente a maior parte dos conselheiros e partidários de Leão, incluindo o almirante Himério, o patrício Eutímio e a imperatriz Zoé Carbonopsina. O patriarcado foi uma vez mais confiado a Nicolau I Místico. Durante o seu curto reinado, Alexandre foi atacado pelas forças de Al-Muqtadir, do Califado Abássida, a oriente, e provocou uma guerra com Simeão da Bulgária por se ter recusado a mandar o tradicional tributo aquando da subida daquele ao trono. Alexandre morreu de exaustão depois de um jogo de pólo a 6 de junho de 913, cumprindo, diz-se, a profecia do seu irmão de que reinaria apenas durante 13 meses.

As fontes são uniformemente hostis a Alexandre, que é retratado como sendo preguiçoso, insidioso e malevolente, chegando até a falar de um rumor que corria de que o imperador pretendia castrar o jovem Constantino VII para afastá-lo do poder.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Oxford Dictionary of Byzantium, Oxford University Press, 1991.
Precedido por
Leão VI, o Sábio
Imperador bizantino
912 - 913
Sucedido por
Constantino VII