Teodósio III

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Teodósio III
Imperador bizantino
Theodosius iii coin.jpg
Moeda de Teodósio III
Governo
Reinado maio de 71525 de março de 717
Antecessor Anastácio II
Sucessor Leão III, o Isáurio
Vida

Teodósio III (em grego: Θεοδόσιος Γ΄), foi imperador de Bizâncio de 715 a 25 de março de 717.

Vida[editar | editar código-fonte]

Teodósio era um funcionário da fazenda imperial e cobrador de impostos na região sul do Tema Opsiciano. De acordo com uma teoria era filho do antigo imperador Tibério III. Quando as tropas do tema se revoltaram contra o imperador Anastácio II, Teodósio foi aclamado imperador. Segundo o cronista Teófanes o Confessor, Teodósio tentou resistir à eleição e escondeu-se nos bosques perto de Adramício. Acabou, no entanto, por ser encontrado e aceitou a púrpura em maio de 715.

Teodósio e as suas tropas dirigiram-se imediatamente para Constantinopla. Seis meses mais tarde, em novembro, conseguiram entrar na cidade. Teodósio demonstrou uma contenção notável no tratamento do seu antecessor e dos seus partidários. Por intercessão do patriarca Germano I Anastácio II foi convencido a abdicar e tornou-se monge em Tessalónica.

Império Bizantino em 717

Pouco se sabe do curto reinado de Teodósio. Viu-se imediatamente confrontado com uma invasão árabe da Anatólia e com o avanço das armadas árabes. Em 716, assinou um tratado com Tervel da Bulgária que era mais favorável àquele, num esforço para obter o seu apoio contra a invasão árabe. Esta política teve êxito em 719, quando os Búlgaros ajudaram a levantar o segundo cerco árabe a Constantinopla.

Em 717, o estratego do Tema Anatólico, Leão o Isáurico (o futuro Leão III, o Isáurio), revoltou-se contra Teodósio em conjura com Artabasdo, o estratego do Tema Armeníaco. O filho de Teodósio foi capturado por Leão em Nicomédia, e o imperador preferiu abdicar do trono a 25 de março de 717. Quer ele quer o filho tomaram então votos monásticos.

Acredita-se que em 729 Teodósio se tenha tornado bispo de Éfeso. Os historiadores modernos inclinam-se mais para a possibilidade de que fosse o seu filho, e não o ex-imperador. O último registo da vida de Teodósio dá-o como participando no concílio iconoclasta de Hieria, a 24 de julho de 754.

Família[editar | editar código-fonte]

Com a sua esposa, cuja identidade é desconhecida, Teodósio III teve pelo menos um filho:

  • Teodósio (nome eclesiástico), talvez bispo de Éfeso entre 729 e (pelo menos) 754.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • The Oxford Dictionary of Byzantium, Oxford University Press, 1991.
Precedido por
Anastácio II
Imperador bizantino
715717
Sucedido por
Leão III, o Isáurio