Império das Gálias

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Imperium Galliarum (lat)
Império Galo-romano

Império

Vexilloid of the Roman Empire.svg
260 – 274 Vexilloid of the Roman Empire.svg
Localização de Império Galo-romano
O Império das Gálias com Tétrico I em 271(em verde).
Continente Europa
País França
Capital Colônia
Tréveris
Língua oficial Latim (popular), as línguas locais, como Gaulês, Britânico, a outras línguas que sobreviveram a este período.
Religião Paganismo (oficial)
Governo Monarquia
Imperador
 • 260 - 268 Póstumo
 • 268 Marius
 • 268 - 270 Victorino
 • 271 - ? Domiciano (usurpador)
 • 270 - 273 Tétrico I
 • 270 - 273 Tetrico II (César)
Período histórico Antiguidade Tardia
 • 260 Fundação
 • 274 Dissolução

O Império das Gálias (em latim Imperium Galliarum) é o nome moderno dado à secessão das províncias romanas da Gália, Britânia, parte de Hispânia e parte de Germânia do Império Romano durante a crise do terceiro século, de 259 a 274. Também é conhecido como Império galo-Romano.

História[editar | editar código-fonte]

Seu fundador, Marco Cassiano Latínio Póstumo, estabeleceu a capital do Império em Trier, no atual estado alemão da Renânia-Palatinado. Em seu trono sucederam-se uma série de usurpadores que se proclamaram imperadores romanos e são conhecidos principalmente pelas moedas que cunharam.

O imperador romano da época, Galiano, empreendia uma campanha contra os marcomanos no médio Danúbio, enquanto o general Póstumo assumiu a defesa da Récia. O general aproveitou-se dessa posição e assumiu o trono imperial na Gália[1] . O estabelecimento do Império das Gálias proporcionou uma resposta mais eficaz às invasões germânicas do que poderia oferece o imperador Galieno, ocupado com a fronteira no leste e no Danúbio.[2]

O império das Gálias foi recuperado para Roma pelo imperador Aureliano, que com uma série de campanhas militares conseguiu restabelecer o poder imperial no Ocidente e também no Oriente, onde havia sido proclamado o Reino de Palmira.

Ocuparam o trono do Império das Gálias:

Referências

  1. KULIKOWSKI, Michael. Guerras Góticas de Roma. 1 ed. São Paulo: Madras, 2008. 246 p. 1 vol. vol. 1. ISBN 978-85-370-0437-1
  2. Grandes Impérios e Civilizações: Roma - Legado de um império. 1 ed. Madri: Ediciones del Prado, 1996. 112 p. p. 2 vol. vol. 2. ISBN 84-7838-740-4

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui multimídias sobre Império das Gálias