Prisco Átalo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Prisco Átalo
Usurpador do Império Romano do Ocidente
Impero d'occidente, prisco attalo, emissione aurea, 409-415.JPG
Moeda em ouro com a efígie de Prisco Átalo.
Governo
Reinado 409 (1ª tentativa)
414415 (contra Honório)
Vida
Morte após 416
Ilhas Eólias

Prisco Átalo (m. após 416) foi por duas vezes um usurpador (409 e 414) contra o imperador Honório, com o apoio dos visigodos.

História[editar | editar código-fonte]

Prisco Átalo era um grego da Ásia, cujo pai tinha se mudado para Itália sob Valentiniano I. Átalo foi um importante senador do Império Romano, que serviu como prefeito urbano em 409. Ele foi duas vezes proclamado imperador pelos visigodos como forma de tentar impor sua vontade sobre o incompetente imperador Honório, em Ravena.

Ele deteve o título de imperador durante 409 e, depois, em Burdigala (moderna Bordeaux, na França), em 414, mas seus dois reinados duraram apenas uns poucos meses. O primeiro período terminou quando Alarico I entendeu que ele estava emperrando as negociações com Honório. O segundo, quando ele foi abandonado pelos visigodos e foi eventualmente capturado pelos homens de Honório e foi obrigado a participar de um triunfo que o imperador celebrou nas ruas de Roma em 416.

Prisco terminou seus dias exilado nas Ilhas Eólias.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Prisco Átalo