Ethon

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Ethon foi uma águia (ou abutre) filha de Tifão com Equidna. Zeus a mandava diariamente ao monte Cáucaso para devorar o fígado de Prometeu, um Titã rebelde contra os deuses do Olimpo. Tal castigo foi imposto a Prometeu por Zeus, como represália à atitude do Titã em revelar o fogo aos mortais. Prometeu foi acorrentado à rocha da eternidade, completamente à mercê de Ethon. Assim, todas as manhãs, a águia devorava seu fígado, causando-lhe dores indescritíveis. Como Prometeu era um Titã seu órgãos se regeneravam. À noite o órgão se reconstituía completamente, para voltar a ser devorado. Esse castigo deveria durar eternamente, mas depois de alguns séculos, Hércules, filho do próprio Zeus matou Ethon e partiu a corrente dita indestrutível, libertando Prometeu.

Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.