Equidna

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Equidna (do grego Ἔχιδνα, "víbora") é uma criatura monstruosa da mitologia grega, com tronco de uma bela mulher (ou ninfa) e cauda de serpente em lugar dos membros. Era gigante, como um titã. Por isso era a única capaz de se unir com o horrendo Tifão. Vivia numa caverna no Peloponeso ou na Síria. [1]

As tradições divergem bastante quanto à sua origem. Segundo Hesíodo era filha de Fórcis e Ceto, e portanto neta de Ponto e Gaia [2] [3] . Em outras versões seria descendente de Tártaro e Gaia ou ainda de Crisaor e Calírroe.

Nas versões mais conhecidas, Equidna, em função da própria monstruosidade, casou-se com o horrendo gigante Tifão, tornando-se a "mãe de todos os monstros".

Seus filhos com Tifão foram:

Do seu filho Ortros, Equidna concebeu:

Segundo uma lenda do Ponto Euxino ela se uniu a Héracles numa passagem do herói pela Cítia, concebendo desta união:

A descendência de Equidna ainda incluía:

Equidna, assim como suas crias, possuía uma natureza terrível e adorava devorar viajantes inocentes. Veio finalmente a ser morta por Argos Panoptes, o monstro de cem olhos, que a surpreendeu adormecida.

Referências

  1. Theoi Greek Mythology Título não preenchido, favor adicionar (em inglês).
  2. Dicionário de Mitologia Greco-latina, Tassilo Orpheu Spalding, ed. Itatiaia
  3. Teogonia, a origem dos Deuses, Hesíodo, trad. J.A.A. Torrano, ed. Iluminuras