Horas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Horas (em grego: Ώρες; em latim: Horae) constituíam, na mitologia grega, um grupo de deusas que presidiam às estações dos anos. Eumônia está relacionada com a representação da divindade da justiça. Têmis e Dice elucidam o lado ético do instinto, a voz miúda e calma no seio do impulso. Dice para a humanidade é a função de base institual muito sintônica com o que chama de instinto para reflexão. As três horas também são as porteiras do Olimpo.

Existem mais nove Horas que são guardiãs da ordem natural, do ciclo anual de crescimento da vegetação e das estações climáticas anuais. (Talo, Carpo, Auxo, Acme, Anatole, Dice, Diceia, Eupória, Gimnásia).

Segundo alguns, Clóris, deusa da primavera, era também uma das Horas.[1]

Referências

  1. Alexander S. Murray. Quién es Quién en la Mitología. [S.l.]: M.E. Editora, Madri, 1997. p. 78;102. ISBN 84-495-0421-X.

Fontes[editar | editar código-fonte]

Dicionário de Mitologia Greco-Romana, 1973, Abril Cultural, São Paulo;