Dione

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde Março de 2011).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
{{{imagem}}}
{{{legenda}}}
Ninfas

Dione é deusa das ninfas, filha de Urano e de Tálassa, nasceu quando o sêmen de Urano caiu no mar e fecundou Tálassa. Ela foi amada por Zeus, de quem teve Afrodite, a deusa do amor, da sedução e da beleza.

Outras versões (como Hesíodo), dão como pais Oceano e Tétis, o que a integraria às oceânides;[1] quando essa versão é aplicada, Afrodite é que passa a ser filha de Tálassa com Urano.[2]

Segundo Pseudo-Apolodoro, Dione é uma das titânides, filha de Urano e Gaia;[3] ela foi mãe de Afrodite, cujo pai foi Zeus.[4]

Segundo Higino, Dione é filha de Éter e Terra, e Vênus é filha de Dione e Jove.[5]

Dione não deve ser confundida com Dione, filha de Atlas e esposa de Tântalo,[6] de quem teve Níobe [carece de fontes?] e Pélope,[6] mas o abandonou quando soube que ele havia matado Pélope. O nome Dione é igualmente formado com base em Diós, genitivo singular de Dzeus (Zeus). Assim, podemos entender que Dione é "a brilhante, a luminosa", já que Zeus quer dizer "luz, claridade, brilho". Foi cognominada Dioneia.

Hestia, Dione e Afrodite, 435 a.C., Londres, British Museum.

Referências

  1. Hesíodo, Teogonia, Os deuses titãs, 346-370
  2. Hesíodo, Teogonia, Castração de Urano, 176-206
  3. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.1.3
  4. Pseudo-Apolodoro, Biblioteca, 1.3.1
  5. Higino, Fabulae, Prefácio
  6. a b Higino, Fabulae, LXXXIII, Pélope
Ícone de esboço Este artigo sobre mitologia grega é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.