Semideus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde maio de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Ambox rewrite.svg
Esta página precisa ser reciclada de acordo com o livro de estilo (desde agosto de 2012).
Sinta-se livre para editá-la para que esta possa atingir um nível de qualidade superior.

Nas mitologias grega e romana, os semideuses eram filhos de deuses com parceiros mortais. Eles normalmente se destacavam por serem mais fortes que os humanos normais. Algumas vezes eram admitidos no Olimpo como imortais, o que é pouquíssimas vezes relatado.

Semideuses[editar | editar código-fonte]

Segundo a mitologia greco-romana os deuses às vezes descem a terra para "namorar" com seres humanos, pois os gregos cultuavam o corpo perfeito, mas tão perfeito que seduziria até os próprios deuses, outra explicação era que quanto mais "humanos" os deuses fossem mais reais eles seriam, ou seja, os gregos e os romanos são os verdadeiros propulsores do humanismo. Os mais famosos heróis gregos são o Hércules, filho de Zeus e Alcmena, era considerado o mais célebre de todos os heróis, um símbolo do homem em luta contra as forças da Natureza, possuía também uma força notável, quase sobre-humana, outros semideuses também são muito famosos como Perseu, filho de Zeus - ele foi o responsável pela morte de medusa, a górgona - Aquiles, da Nereida Tétis, que quando foi mergulhado (com exceção ao calcanhar) no rio Estige, tornou invulnerável, Teseu, filho de Poseidon, que matou o Minotauro e conseguiu escapar do labirinto de Dédalo, e, Helena de Troia, filha de Zeus e também considerada a mais bela na mitologia grega, até mesmo mais que Afrodite. Mas verdadeiramente, estes semideuses não possuíam grandes poderes, mas eram às vezes agraciados com alguma habilidade sobre-humanas.

Semideuses africanos[editar | editar código-fonte]

Nas mitologia Yoruba, Olorun é o Deus e os Orixás são considerados semideuses por serem os ancestrais divinizados do povo yoruba. Assim como em outras religiões tradicionais africanas com a dos povos ewe-fon, a mitologia Fon também têm sua Deusa Mawu e o Deus Lissá e seus Vodun semideuses ancestrais divinizados. Para os Bantus na mitologia bantu das nações Angola e Congo o Deus é Nzambi e também tem os Nkisi semideuses ancestrais divinizados. Essa concepção é tida na África e no Brasil, porém em outros países costumam chamar o orixá, vodun ou nkisi de deuses, sendo incorreta essa denominação por estarem abaixo do Deus supremo de cada religião.

Ícone de esboço Este artigo sobre Mitologia (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.