Festa do Peão de Barretos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Mergefrom 2.svg
O artigo ou secção Queima do Alho deverá ser fundido aqui. (desde outubro de 2014)
(por favor crie o espaço de discussão sobre essa fusão e justifique o motivo aqui; não é necessário criar o espaço em ambas as páginas, crie-o somente uma vez. Perceba que para casos antigos é provável que já haja uma discussão acontecendo na página de discussão de um dos artigos. Cheque ambas (1, 2) e não esqueça de levar toda a discussão quando levar o caso para a central.).
Question book.svg
Este artigo não cita fontes fiáveis e independentes. (desde Janeiro de 2013). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Entrada da Festa do Peão.

A Festa do Peão de Barretos é uma festa do peão de boiadeiro que acontece todos os anos na cidade de Barretos, no estado de São Paulo, Brasil. A festa é tradicionalmente organizada e promovida pelo clube "Os Independentes".

História[editar | editar código-fonte]

No ano de 1956, na cidade de Barretos, localizada no interior do estado de São Paulo, Brasil, um grupo de rapazes solteiros realizaram a primeira Festa do Peão de Boiadeiro que se tem notícia. Desde então esta grande festa ficou conhecida internacionalmente pela sua gigantesca estrutura e alta qualidade dos peões, cavalos e touros que ali se apresentam. A festa é realizada no mês de agosto, coincidindo com o aniversário da cidade de Barretos, dia 25 do mesmo mês. É realizada, desde sua fundação, pelo clube "Os Independentes".

No ano de 2005, realizou o seu Jubileu de Ouro, cinquenta anos de festa. Até o ano de 1984, a Festa do Peão era realizada no Recinto Paulo de Lima Correa, no centro da cidade, palco das memoráveis Exposições de Gado, notadamente nas décadas de 50, 60 e 70. "Os Independentes", desde 1985, realizam a festa em enorme parque cuja área é de mais de 110 hectares, projetado pelo famoso arquiteto Oscar Niemeyer, sendo que possui uma arena de rodeio com capacidade para 35 mil pessoas sentadas ou 50 mil ocupando o todo espaço da arena e arquibancada. Esta grande festa tem suas raízes no transporte de gado pelas estradas de terra desde as pastagens de Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso do Sul e Mato Grosso, passando por Barretos em direção aos frigoríficos desta cidade. Os peões das "comitivas" que levavam estas boiadas se reuniam no entardecer para brincar de montar cavalos bravos, daí então surgindo este costume. A prática do rodeio em touros, hoje muito mais dinâmica que a de cavalos, foi trazida dos Estados Unidos.

Arena para rodeios e shows.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Portal A Wikipédia possui o
Portal de São Paulo

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Festa do Peão de Barretos
Ícone de esboço Este artigo sobre Festas ou Celebrações é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.