Fidel Valdez Ramos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fidel Valdez Ramos
Fidel Valdez Ramos
Presidente das Filipinas
Período de governo 30 de junho de 1992 - 30 de junho de 1998
Antecessor(a) Corazon Aquino
Sucessor(a) Joseph Estrada
Vida
Nascimento 18 de Março de 1928 (86 anos)
Lingayen, Pangasinan, Filipinas
Dados pessoais
Primeira-dama Amelita Martinez
Partido Lakas - CMD
Profissão militar (general), engenheiro civil e político

Fidel Valdez Ramos (n. 1928), militar (general), engenheiro civil e político filipino. Foi presidente de seu país entre 1992 e 1998.

Oficial de carreira do exército filipino, lutou como segundo-tenente na Guerra da Coréia em 1952, e foi chefe do estado maior filipino no Vietnã (1966-1968).[1]

Foi nomeado em 1981 Chefe de Estado-Maior adjunto das Forças Armadas e mais tarde Chefe de Estado Maior em 1986.[1]

Quando Corazón Aquino desafiou a "vitória" de Ferdinand Marcos nas eleições presidenciais de 1986, Fidel Ramos prestou ajuda fundamental para o êxito da derrubada de Marcos.[1]

Durante a administração de Aquino (1988-1992) exerceu o cargo de ministro da Defesa, apoiando-a sucessivamente diante de várias tentativas de golpe de estado.[1]

Em 1992 ganhou a presidência das Filipinas, sucedendo a Corazón Aquino e convertendo-se no duodécimo presidente de seu país.[1]

Referências


Precedido por
Corazon Aquino
Presidente das Filipinas
1992 - 1998
Sucedido por
Joseph Estrada


Presidentes das Filipinas Bandeira das Filipinas

Primeiro regime totalitário
Emilio Aguinaldo
I República
Emilio Aguinaldo
Comunidade das filipinas
Manuel Quezon | Sergio Osmeña | Manuel Roxas
II República
José Paciano Laurel
III República
Manuel Roxas | Elpidio Quirino | Ramon Magsaysay | Carlos P. Garcia | Diosdado Macapagal | Ferdinando Marcos
Segundo regime totalitário
Ferdinando Marcos
IV República
Ferdinando Marcos | Corazon Aquino
V República
Corazon Aquino | Fidel Valdez Ramos | Joseph Estrada | Gloria Macapagal-Arroyo | Noynoy Aquino