Fundação Joan Miró

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Fundació Joan Miró

A Fundação Joan Miró, situada no Parque de Montjuïc, em Barcelona Espanha, foi criada pelo próprio Joan Miró e pelo seu amigo Joan Prats em 1975. O edifício em que se encontra esta fundação, foi projectado por Josep Lluis Sert, amigo de Miró. A Fundação é o cenário ideal para as animadas esculturas e para as pinturas de cores vivas de Joan Miró. Uma galeria construída propositadamente para acolher o seu trabalho, com uma vista soberba sobre a cidade. As suas paredes brancas, laje em terracota e telhados elegantemente curvados emprestam-lhe um certo ar mediterrâneo que complementa o trabalho de Miró.

A finalidade da criação desta fundação, foi a de abrir um centro dedicado ao estudo e experimentação da arte contemporânea.

Para a criação desta fundação, Miró doou diversas obras suas, assim como Joan Prats também doou diversas obras de Miró, que possuía. Outros artistas, como Antoni Tàpies e Alexander Calder, também ofereceram para a Fundação Miró, obras da sua lavra.

A obra desta fundação é muito diversificada, indo desde a apresentação de obras dos artistas acima referidos, até espectáculos para crianças, passando também pela mostra de obras de artistas contemporâneos, assim como conferências, projecção de filmes, vídeos e espectáculos de música. Existe ainda nesta fundação, uma biblioteca com obras sobre arte contemporânea.

Actualmente esta fundação tem como seu acervo, cerca de trezentas pinturas, cento e cinquenta esculturas, nove obras têxteis e cerca de oito mil desenhos de Miró, não fazendo referência às obras dos outros artistas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um museu é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Portal A Wikipédia possui o(s) portal(is):
Portal da Arte