G. Willow Wilson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
G. Willow Wilson
Comic image missing-pt.png

Nascimento 31 de agosto de 1982
Local Nova Jersey
 Estados Unidos

G. Willow Wilson (31 de agosto de 1982) é uma autora norte-americana de quadrinhos, ensaísta e historiadora especializada em literatura árabe.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Wilson nasceu em Nova Jersey, em 31 de agosto de 1982. Enquanto cursava a Faculdade de Boston, se converteu ao islamismo. Começou sua carreira como escritora aos 17 anos quando escrevia para o Boston's Weekly Digg, um jornal alternativo da cidade de Boston, como crítica de música. Depois de se graduar na faculdade se mudou para o Cairo, no Egito, onde se tornou a primeira mulher ocidental a entrevistar o Xeique Ali Gomaa, um dos mais influentes clérigos do islã moderno. Enquanto viveu em Cairo ela também colaborou com a revistas The Atlantic Montlhy, The New York Times Magazine e o jornal e portal Canada National Post.[1]

Entusiasta das novas mídias e das mídias alternativas, Wilson foi uma colaboradora assídua da Cairo Magazine, uma veículo de oposição egípcio, até seu fechamento em 2005. Ela também tem escrito para blogs de cultura e política de todas as matizes, sendo os mais proeminentes o Eteraz.org e o Dean's World. Seus comentários são geralmente dedicados a temas do Islã ou sobre religiões em geral.

Ela também é uma leitora assídua de histórias em quadrinhos desde seus onze anos de idade, quando leu pela primeira vez uma edição de Uncanny X-Men. Atualmente, além de colaborar com veículos jornalísticos, é também escritora do selo Vertigo, da editora norte-americana DC Comics. Entre seus trabalhos para a editora estão uma temporada no título mensal Os Renegados, a minissérie Vixen: Return of the Lion e as graphic novels Air e Cairo, sendo que esta última ainda vem sendo publicada desde 2008. Atualmente, nenhuma de suas graphic novels ou sua minissérie sobre a personagem Vixen se encontram publicadas no Brasil.

Referências