Gelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gelo fundente no Alasca

O gelo (do latim gelu) é o estado sólido da água cristalizada no sistema hexagonal.[1] Seu aspecto é vítreo e semitransparente. A sua densidade é inferior à da água, ficando em 0,9178 gramas por centímetro cúbico. O seu ponto de fusão é de 0 grau Celsius a uma atmosfera de pressão. A mesma massa de água em estado líquido ou em estado sólido tem volumes diferentes, pois, ao passar de um estado para o outro, o volume aumenta cerca de 9 por cento: ao contrário de todos os outros sólidos, o gelo, no seu ponto de fusão, apresenta-se mais dilatado do que a sua forma líquida até atingir os 4 graus centígrados.

Seu ponto de formação é usado como valor de referência em termodinâmica. O gelo tem quinze estruturas cristalinas conhecidas, ou quinze fases sólidas, que existem em várias temperaturas e pressões.[2]

Gelo no estacionamento da York University, em Toronto, aos 13 graus Celsius positivos.

A estrutura extremamente aberta das moléculas da água no gelo faz com que o gelo ocupe maior volume e, por isso, seja menos denso do que a água líquida.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. FERREIRA, A. B. H. Novo dicionário da língua portuguesa. 2ª edição. Rio de Janeiro. Nova Fronteira. 1986. p. 843.
  2. M.A. Wahab. Solid State Physics: Structure and Properties of Materials. [S.l.]: Alpha Science, 2005. 1–3 p. ISBN 1842652184
  3. Gelo (em inglês) Porto Editora Infopédia. Visitado em 10 de setembro de 2013.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Gelo


Ícone de esboço Este artigo sobre um mineral ou mineraloide é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.