George Strait

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
George Strait
George Strait em 2014
Informação geral
Nome completo George Harvey Strait
Nascimento 18 de Maio de 1952 (62 anos)
Origem Poteet, Texas
País  Estados Unidos
Gênero(s) música country
Instrumento(s) voz, piano
Período em atividade 1975–presente
Outras ocupações produtor musical, compositor, ator
Gravadora(s) MCA Records, MCA Nashville
Afiliação(ões) Ace in the Hole
Dean Dillon
Mindy McCready
Reba McEntire
Lee Ann Womack
Página oficial www.georgestrait.com

George Harvey Strait (Poteet, Texas, 18 de Maio de 1952) é um cantor de música country norte-americano. O segundo maior recordista de paradas de sucesso[1] da história da música independente do gênero musical, totalizando 53 músicas como número 1 nas paradas de sucesso (sucesso mais recente em 18 de setembro de 2006). De acordo com a RIAA George Strait já vendeu 68.5 milhões de discos, alcançando 13 discos de diamante, 30 de platina e 33 de ouro. De acordo com a RIAA, é o artista que mais recebeu discos de ouro no gênero country, e atualmente está empatado com Frank Sinatra, no oitavo lugar entre os artistas que mais receberam discos de ouro contando com todos os gêneros musicais. Strait recebeu 16 prêmios CMA (CMA Awards), incluindo prêmios consecutivos de personalidade dos anos de 1989 e 1990. Strait também é considerado o "Rei do Country";[2] e alguns críticos o consideram uma lenda viva.[3] O texano é adorado por milhões de fãs pelo mundo a fora pelo seu estilo honky tonk suave, e o tradicional country western. Uma de suas canções, "Amarillo By Morning", teve uma versão em português gravada por Zé Ramalho, chamando-se "Entre a Serpente e a Estrela".

Em 1992 fez o filme "Pure Country", contracenado com as atrizes Isabel Glasser e Lesley Ann Warren. O ponto alto do filme é a trilha sonora, com 10 músicas do George Strait. Strait interpreta Rusty Wyatt Chandler, um cantor rústico, sensação da música country, cujos shows ganharam os brilhos e efeitos do rock'n roll. Apesar do delírio dos fãs que lotam as arenas, Rusty percebe que algo está faltando.

A crise pessoal começa quando ele percebe que seus fãs e sua companhia não notam uma falha sua no meio de uma apresentação. Rusty discute com sua empresária linha dura, Lula (Lesley Ann Warren), e cansado do show business, resolve dar unia volta sem avisar ninguém. Ele abandona o show e volta de carona para o campo em que cresceu.

Faz a barba, corta o cabelo e decide recuperar suas raízes. Longe do circo da mídia, ele pode se reencontrar com suas origens rurais, musicais, familiares e espirituais. Sua trajetória lembra a de outros astros do gênero, como Garth Brooks e Billy Ray Cyrus, que acharam a vida dos palcos muito conflituosa com os valores simples do campo.

Sua empresária não perde tempo. Para encobrir o desaparecimento, ela cria um dublê (Kyle Chandler) para fazer o papel de Rusty nos concertos. O público não percebe, e Lula ganha tempo para reencontrar o músico verdadeiro.

Enquanto isso, Rusty acaba encontrando uma adorável competidora de rodeios, Harley (Isabel Glasser). Embora não reconheça o famoso artista, Harley acaba se apaixonando por Rusty.

Outras músicas de sucesso que aparecem no filme são "Heartland" tocada na abertura pelo jovem George Strait Jr., de 13 anos, "Overnight Male" e "The King of Broken Hearts". É puro country.

Referências

  1. George Strait First to Achieve 30 Consecutive Years of Top 10 Hits CMT (14 de abril de 2010).
  2. George Strait - Bio Acountry.
  3. Bego, Mark. George Strait: The Story of Country's Living Legend. Nova Iorque: Citadel Press, 2001.ISBN 0806522585

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre George Strait


Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.