Gorete Milagres

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde agosto de 2014).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Gorete Milagres
Nome completo Maria Gorete da Silva Araújo
Nascimento 1 de dezembro de 1963 (50 anos)
Piranga
 Minas Gerais[1]
Página oficial
IMDb: (inglês)

Gorete Milagres, nome artístico de Maria Gorete da Silva Araújo (Piranga, 1 de dezembro de 1963), é uma atriz e comediante brasileira.[2]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Ascensão meteórica[editar | editar código-fonte]

Gorete Milagres tornou-se conhecida pela personagem Filomena, que atuava nos programas humorísticos do SBT e da Globo, a qual dizia o bordão «Ó, coitada!».[2]

De personalidade forte, em 1999 a humorista chegou a desfazer dois contratos com a Globo para aceitar contrapropostas do SBT, as quais lhe renderam multas contratuais milionárias e inúmeros desafetos.[3] Nessa época, em poucos meses, seu salário teve um vertiginoso aumento de 2.500 para 120 mil reais.[3]

Em 2009, a série humorística Ô... Coitado volta ao SBT em reprise.

Premiações[editar | editar código-fonte]

Em 2006, foi agraciada com o prêmio de melhor atriz no Cine Pernambuco – Festival do Audiovisual. Já em 2014 a série em que interpretava o papel de Zuzu, Pedro & Bianca, da TV Cultura, ganhou Emmy internacional de melhor série infantil.[4]

Cronologia[editar | editar código-fonte]

Televisão[editar | editar código-fonte]

Cinema[editar | editar código-fonte]

  • 2006 – Acredite, um Espírito Baixou em Mim.... escandalosa da boate
  • 2005 – Tapete Vermelho.... Zulmira[1]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Gorete, que tem duas filhas, Alice e Maria, fez faculdade de cinema em São Paulo.[1] Antes de iniciar a carreira artística foi bancária.[1]

O Milagres é sobrenome de sua mãe, a quem ela decidiu homenagear.[carece de fontes?].

Referências

  1. a b c d Bate-papo UOL (17 de abril de 2006). Bate-papo com Gorete Milagres. Universo On-Line (UOL). Página visitada em 15 de agosto de 2014.
  2. a b Alexandre Maron (5 de setembro de 1999). Ô, coitada!. TV Folha – Folha de S.Paulo. Página visitada em 14 de agosto de 2014.
  3. a b Rodrigo Cardoso (13 de setembro de 1999). Gorete Milagres, a ovelha negra da tevê. Istoé Gente. Página visitada em 15 de agosto de 2014.
  4. Da redação (11 de fevereiro de 2014). Pedro & Bianca, da TV Cultura, ganha Emmy internacional de melhor série infantil. iG Jovem. Página visitada em 14 de agosto de 2014.
Ícone de esboço Este artigo sobre um ator é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.