Gutzon Borglum

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Gutzon Borglum, 1925

John Gutzon de la Mothe Borglum (Bear Lake, Idaho, 25 de março de 1867Chicago, 6 de março de 1941)[1] foi um escultor estadunidense, muito conhecido por ser o autor das efígies dos quatro presidentes dos Estados Unidos no Monte Rushmore, Dakota do Sul.

Nascido perto de Bear Lake, Idaho, e estudou arte em San Francisco e em Paris, especializando-se em esculturas de temática americana. Em 1916 começou a talhar a Stone Mountain na Geórgia, um gigantesco baixo-relevo comemorativo da Confederação, até que desavenças com as autoridades pararam a obra. Trabalhou no monumento do monte Rushmore de 1927 até à sua morte em 1941. Este conjunto monumental consta das cabeças em tamanho colossal dos presidentes George Washington, Thomas Jefferson, Theodore Roosevelt e Abraham Lincoln. Os rostos, que se encontram a uma altura de 152 m, medem de 15 a 21 m, o que não impede que sejam dotados de grande realismo na sua expressão e detalhe. Depois da sua morte, o seu filho Lincoln terminou o projecto.

Borglum foi também o autor da Medalha Centenário de David Livingstone[2] .

Gutzom Borglum encontra-se sepultado no Forest Lawn Memorial Park.[3]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. "Sakura Park". Página visitada em 23 de dezembro de 2011. “This bronze statue of the general was created by the famous sculptor John Gutzon Borglum (1867–1941), better known for his sculptures of four U.S. presidents on Mount Rushmore in South Dakota. The firm of Ludlow and Peabody designed the granite base.”
  2. The David Livingstone Centenary Medal (em inglês). Página visitada em 29 de maio de 2011.
  3. Gutzon Borglum (em inglês) no Find a Grave.
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Gutzon Borglum