Hélio líquido

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Hélio liquido em um recipiente.

O hélio existe na forma líquida somente a temperaturas extremamente baixas. Seu ponto de ebulição e ponto crítico depende do isótopo do hélio; ver a tabela abaixo para valores. A densidade do hélio-4 líquido em seu ponto de ebulição e a 1 atmosfera (atm) é aproximadamente 0,125 g/mL[1]

O hélio-4 foi liquefeito pela primeira vez em 10 de julho de 1908 pelo físico holandês Heike Kamerlingh Onnes.[2] Hélio-4 líquido é usado como um refrigerante criogênico; é produzido comercialmente para uso em magnetos supercondutores tais como aqueles usados em IRM ou RMN. É liquefeito usando-se o ciclo de Hampson-Linde.[3]


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Liquid helium (desde janeiro de 2012). Ajude e colabore com a tradução.
Propriedades do hélio líquido Hélio-4 Hélio-3
Temperatura crítica[4] 5.2 K 3.3 K
Ponto de ebulição a 1 atm[4] 4.2 K 3.2 K
Pressão mínima de fusão[5] 25 atm 29 atm at 0.3 K
Temperatura de transição de superfluido a pressão de vapor saturado 2.17 K[6] 1 m K em campo magnético zero[7]

Referências

  1. Liquid Helium - safety.seas.harvard.edu (em inglês)
  2. Wilks, p. 7
  3. Daniel V. Schroeder. An Introduction to Thermal Physics (em <Língua não-reconhecida>). [S.l.]: Addison Wesley Longman, 2000. p. 141. ISBN 0201380277.
  4. a b Wilks, p. 1.
  5. Wilks, pp. 474-478.
  6. Wilks, p. 289.
  7. Dieter Vollhart and Peter Wölfle. The Superfluid Phases of Helium 3 (em <Língua não-reconhecida>). [S.l.]: Taylor and Francis, 1990. p. 3.