Hydrozoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

[1]

Como ler uma caixa taxonómicaHydrozoa
Haeckel Siphonophorae 7.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Cnidaria
Classe: Hydrozoa
Ordens
Anthomedusae

Leptomedusae
Limnomedusae
Trachymedusae
Hydridae
Actinulida
Chondrophora
Siphonophora
Hidrocorallina

Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Hydrozoa

Hydrozoa (do grego hydra, serpente d'água + zoon, animal) é uma classe do filo Cnidaria. Com cerca de 3.200 espécies conhecidas. Os membros dessa classe são medusóides ou polipóides ou exibem ambas as formas em seu ciclo de vida.

Alguns hidrozoários mais conhecidos são a Garrafa-azul ou (caravela-portuguesa, Physalia physalis), a Hydra e a Obelia.

As características distintivas dos hidrozoários são:

  • Mesogléia acelular
  • Cavidade gastrovascular sem divisões
  • Gónadas de origem ectodérmica
  • Cnidócitos só na epiderme
  • Modo de vida colonial
  • Polimorfismo, colónias constituidas por elementos com funções específicas e com e alto grau de coordenação

As hidromedusas planctônicas são pequenas e têm uma vela e um manúbrio.

Evolução[editar | editar código-fonte]

Os hidrozoários mais primitivos são provavelmente as espécies medusóides, nas quais a actínula pelágica desenvolve-se diretamente em medusa adulta. Tal ciclo de vida também pode ser primitivo para o filo.

A forma polipóide pode ter surgido em alguma espécie medusóide na qual a actínula passou por um período de ligação anterior ao desenvolvimento em um adulto pelágico; ou seja, a actínula presa foi o primeiro pólipo.

Os estágios polipóides iniciais, incluindo a actínula presa, reproduziram-se provavelmente assexuadamente por brotamento. A ligação persistente dos brotos levou a espécies polipóides coloniais chamadas hidróide, que hoje compôe a maioria dos hidrozoários.

A evolução de um esqueleto (sustentação) e do polimorfismo (divisão de trabalho) tem sido associada à organização colonial.

As espécies solitárias nuas (Hydra e o pólipo Gonionemus) provavelmente derivam de formas polipóides iniciais que não eram coloniais.

A supressão da medusa por meio da ligação ao pólipo e a subseqüente redução evoluíram independentemente em diferentes linhagens de Hydrozoa, e as espécies vivas exibem todos os graus de redução na forma medusóide.

Classificação[editar | editar código-fonte]

A classe Hydrozoa subdivide-se nas seguintes ordens


Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Richard C. Brusca, Gary J. Brusca. Invertebrados 2º ed.
  • RUPPERT, Edward E.; BARNES, Robert D. Zoologia dos Invertebrados. ed. São Paulo: Roca, 1996.