Ignatius Donnelly

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita nenhuma fonte ou referência, o que compromete sua credibilidade (desde abril de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando fontes fiáveis e independentes, inserindo-as no corpo do texto por meio de notas de rodapé. Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Ignatius Donnelly.

Ignatius Loyola Donnelly (Filadélfia, 3 de novembro de 1831Filadélfia, 1 de janeiro de 1901) foi um escritor e político norte-americano. Estudou leis e teve atuação política em seu país, sendo eleito várias vezes deputado e senador.

Estudioso de vários assuntos, defendeu a existência da Atlântida, no livro "Atlântida, um mundo antediluviano" (1882). No livro "O grande criptograma" (Chicago, 1888), defendeu a tese de que as obras de William Shakespeare, foram escritas por Sir Francis Bacon. Escreveu vários outros livros, tais como "Ragnarok: The Age Of Fire And Gravel" (Nova Iorque, 1886). A obra sobre a Atlântida foi citada por Helena P. Blavatsky, e alcançou 31 edições na América, Inglaterra e França.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Os Mestres do Espírito; Editora Três, São Paulo - SP - 1973
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.