Intensão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Intensão (filosofia))
Ir para: navegação, pesquisa

Em Filosofia da linguagem, e em semântica, intensão é o conceito contido numa expressão linguística que refere um objecto (ou objectos), o qual constitui a extensão da expressão.

Deve-se ter atenção que este termo técnico da filosofia (com s) não tem nada a ver com o outro termo técnico filosófico “intencional” (com c), tendo este a ver com o conceito filosófico de intencionalidade.[1]

Numa certa acepção da palavra é também usual dizer-se que a intensão de uma expressão linguística é, pelo menos, o seu significado cognitivo.

Apesar de os termos “estrela da manhã” e “estrela da tarde” se referirem à mesma extensão, a saber, o planeta Vénus, diferem em intensão, pois diferem manifestamente em conteúdo conceptual.[2]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Mautner, T. The Penguin Dictionary of Philosophy. Penguin Books Ltd, 1997. Ed. Portuguesa – Edições 70, 2010.
  2. Enciclopédia de Termos Lógico-Filosóficos, direcção de João Branquinho, Desidério Murcho e Nelson Gonçalves Gomes São Paulo: Martins Fontes, 2006, 803 pp.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]