Irgun

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto.
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoScirusBing. Veja como referenciar e citar as fontes.

Irgun (em hebraico, ארגון‎, "organização", forma abreviada de הארגון הצבאי הלאומי בארץ ישראל, translit. HaIrgun HaTzva'i HaLe'umi BeEretz Yisra'el; em português, "Organização Militar Nacional na Terra de Israel", também chamada ארגון צבאי לאומי, transliterado como Irgun Tsvai Leumi; em português, "Organização Militar Nacional") foi uma organização paramilitar sionista que operou durante o Mandato Britânico da Palestina (1931 - 1948). Em Israel, é comumente referida pelo acrônimo lexicalizado Etzel (אצ"ל), a partir da contração das iniciais hebraicas I.Z.L..

Foi criada em 1931, como resultado de uma cisão na Haganá. A Irgun diferia da Haganá, no sentido de que realizava operações de represália e atentados contra militares britânicos e, em alguns caso, até mesmo civis (como na explosão do King David Hotel). Coisa que era rejeitada pela Haganá, que era um braço ligado à central política do Yishuv e tinha preocupações sobre não manchar a imagem dos judeus para conseguir mais apoio internacional.

A Irgun lutou principalmente para exercer pressão contra o Livro Branco britânico. Foi classificada por alguns como organização terrorista, embora o Mandato Britânico tenha banido este termo para se referir ao grupo em 1947.[1]

Após a proclamação do Estado de Israel, em 1948, a maior parte dos integrantes da Irgun se juntou à Haganá e integrou-se ao exército regular da Guerra de Independência. Aguns dos antigos membros da organização também ajudaram a formar o partido Herut ("Liberdade"), criado no fim do mesmo ano. O Herout foi a matriz do atual Likud, partido de direita israelense.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Gilbert, Martin, Churchill and the Jews, 270
Ícone de esboço Este artigo sobre história israelense e judaica é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.