Java Platform, Enterprise Edition

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Java Platform, Enterprise Edition (ou Java EE, ou EE, ou em português Plataforma Java, Edição Empresarial) é uma plataforma de programação para servidores na linguagem de programação Java.[1] A plataforma fornece uma API e um ambiente de tempo de execução para o desenvolvimento e execução de softwares corporativos, incluindo serviços de rede e web, e outras aplicações de rede de larga escala, multicamadas, escaláveis, confiáveis e seguras. Java EE estende a Java Platform, Standard Edition (Java SE),[2] fornecendo uma API para mapeamento objeto-relacional, arquiteturas multicamada e distribuídas e web services. A plataforma incorpora um desenho amplamente baseado em componentes modulares rodando em um servidor de aplicação. Softwares para Java EE são primeiramente desenvolvidos na linguagem de programação Java. A plataforma enfatiza a convenção sobre configuração e anotações para configuração.

Nomenclatura e Histórico de versões[editar | editar código-fonte]

A plataforma era conhecida como Java 2 Platform, Enterprise Edition ou J2EE até o nome ser alterado para Java Platform, Enterprise Edition ou Java EE na versão 5. A versão atual é chamada Java EE 7.

  • J2EE 1.2 (12 de dezembro de 1999)
  • J2EE 1.3 (24 de setembro de 2001)
  • J2EE 1.4 (11 de novembro de 2003)
  • Java EE 5 (11 de maio de 2006)
  • Java EE 6 (10 de dezembro de 2009)
  • Java EE 7 (28 de maio de 2013,[3] mas 5 de abril de 2013 de acordo com o documento de especificação)


Descrição[editar | editar código-fonte]

A Plataforma Java (Enterprise Edition) difere-se da Plataforma Java Standard Edition (Java SE) pela adição de bibliotecas que fornecem funcionalidade para implementar software Java distribuído, tolerante a falhas e multicamada, baseada amplamente em componentes modulares executando em um servidor de aplicações. A plataforma Java EE é considerada um padrão de desenvolvimento já que o fornecedor de software nesta plataforma deve seguir determinadas regras se quiser declarar os seus produtos como compatíveis com Java EE. Ela contém bibliotecas desenvolvidas para o acesso a base de dados, RPC, CORBA, etc. Devido a essas características a plataforma é utilizada principalmente para o desenvolvimento de aplicações corporativas.

A plataforma JEE contém uma série de especificações e containers, cada uma com funcionalidades distintas.[4]

Containers ou API[editar | editar código-fonte]

  • JDBC (Java Database Connectivity), utilizado no acesso a bancos de dados;
  • Servlets, são utilizados para o desenvolvimento de aplicações Web com conteúdo dinâmico. Ele contém uma API que abstrai e disponibiliza os recursos do servidor Web de maneira simplificada para o programador.
  • JSP (Java Server Pages), uma especialização do servlet que permite que conteúdo dinâmico seja facilmente desenvolvido.
  • JTA (Java Transaction API), é uma API que padroniza o tratamento de transações dentro de uma aplicação Java.
  • EJBs (Enterprise Java Beans), utilizados no desenvolvimento de componentes de software. Eles permitem que o programador se concentre nas necessidades do negócio do cliente, enquanto questões de infra-estrutura, segurança, disponibilidade e escalabilidade são responsabilidade do servidor de aplicações.
  • JCA (Java Connector Architecture), é uma API que padroniza a ligação a aplicações legadas.
  • JPA (Java Persistence API), é uma API que padroniza o acesso a banco de dados através de mapeamento Objeto/Relacional dos Enterprise Java Beans.
  • JMS (Java Message Service), é uma API para middleware orientado a mensagens. Através dela é possível realizar a comunicação de forma assíncrona entre duas ou mais aplicações.

Leitura específica[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. J2EE web server or container. www.service-architecture.com. Página visitada em 27 de abril de 2012.
  2. Differences between Java EE and Java SE - Your First Cup: An Introduction to the Java EE Platform. Docs.oracle.com (2012-04-01). Página visitada em 2012-07-18.
  3. http://jcp.org/en/jsr/detail?id=342
  4. J2EE v1.4 Glossary. web.archive.org. Página visitada em 27 de abril de 2012. Cópia arquivada em 4 de junho de 2004.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]