Katzenjammer Kids

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Katzenjammer Kids
Katzenjammer Kids
The Captain and the Kids
Katzenjammer1901.jpg
Um quadrinho dos Katzenjammer Kids (1901)
País de origem EUA
Língua de origem inglês
Editor Katzenjammer Kids: King Features
The Captain and the Kids: United Features
Primeira publicação 12 de dezembro de 1897
Género(s) humor
Autor Rudolph Dirks
Personagens principais Hans e Fritz
Mama
Capitão
Local da acção África
Título em português Sobrinhos do Capitão
O Capitão e os meninos
Projecto Banda desenhada  · Portal da Banda desenhada
Policy and Pie part 1 of 2 (1918)
Policy and Pie part 2 of 2 (1918)

Katzenjammer Kids (também chamado de The Captain and the Kids) é uma história em quadrinhos, criada pelo alemão naturalizado norte-americano Rudolph Dirks. Foi publicada a primeira vez a 12 de dezembro de 1897, no American Humorist. Dirks foi o primeiro cartunista a representar os diálogos dos personagens através dos chamados "balões" [1] .

Após várias disputas judiciais entre 1912 e 1914, Dirks deixou Hearst e começou uma nova tira, primeiramente chamada de Hans und Fritz e depois The Captain and the Kids, distribuida pela United Features. Os protagonistas eram os mesmos personagens de The Katzenjammer Kids, que foi continuada por Harold Knerr. As duas versões separadas competiram até 1979, quando The Captain and the Kids parou de ser publicada após seis décadas. The Katzenjammer Kids é ainda distribuida pela King Features, o que a torna a tira mais antiga daquela agência [2] .

A obra de Dirks foi claramente inspirada no trabalho de Wilhelm Busch, criador de Max und Moritz - precursora dos quadrinhos.

No Brasil ambas as séries receberam na maior parte do tempo o nome de Os Sobrinhos do Capitão mas a da United Features chegou a publicar no Brasil primeiramente e com exclusividade no O Globo Juvenil Semanal com o nome de O Capitão e os Meninos ( as quintas feiras e sábados) a partir do ano de 1938 e  depois no Gibi semanal com o nome de O Capitão e os Meninos ( as sextas feiras e domingos) a partir do ano de 1941(Helio Guerra). Foram publicadas pela Ebal na revista Capitão Z em 1961 [3] , e outras editoras. Em 1987 o cartunista Angeli criou a tira de "Os Skrotinhos", como uma forma de homenagear os antigos personagens [4] .

Enredo e personagens[editar | editar código-fonte]

A história se passava numa colônia alemã na África, numa pensão onde a proprietária, a gorda viúva "Mama Chucrutz" tem como hóspedes o Capitão - um gordo de barbas negras (que, ao contrário do que sugerem o título adotado no Brasil, não é o tio dos garotos), marinheiro aposentado e que sofre de gota, o Coronel, um caça-gazeteiros que vive a perseguir os moleques, caracterizado como um baixinho com uma longa barba branca e, finalmente, os dois heróis, os malandros Hans e Fritz.

Hans e Fritz[editar | editar código-fonte]

São dois irmãos gêmeos - inspirados nos dois garotos Max und Moritz, da obra de Busch - e, portanto, bastante arteiros. Aprontam todas e não aceitam qualquer autoridade. Suas vítimas prediletas são o Coronel e o Capitão. Protegidos pela velha matrona, a cujos olhos aparecem sempre inocentes, conseguem sempre safar-se dos próprios enredos e artimanhas.

Outras mídias[editar | editar código-fonte]

O primeiro filme com os garotos endiabrados foi feito em curta-metragem do cinema mudo, ainda em 1898. Entre 1917-18 foram produzidos cerca de dezessete desenhos-animados mudos.

Em 1938 Os Sobrinhos do Capitão tornaram-se na primeira série animada produzida pela Metro-Goldwyn-Mayer, tendo à frente William Hanna, Bob Allen e Friz Freleng como diretor. Mas os desenhos não tiveram boa receptividade e foram cancelados depois de um ano e quinze filmes feitos. Uma série foi produzida, anos depois, para a televisão, como segmento do programa Archie's TV Funnies.

Sotaque alemão[editar | editar código-fonte]

Desde o início as personagens todas guardavam, embora a publicação original em inglês, os caracteres de sotaque alemão. Isto, porém, revelou-se algo prejudicial, durante a I Guerra Mundial, quando a origem deles foi mudada: seriam oriundos dos Países Baixos, face ao sentimento antigermânico então vigente nos Estados Unidos. Em 1920 retorna a origem alemã.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Claire Suddath (17 de maio de 2010). Top 10 Long-Running Comic Strips / The Katzenjammer Kids Revista Time. Visitado em 17 de maio de 2010.
  2. Claire Suddath (17 de maio de 2010). Top 10 Long-Running Comic Strips / The Katzenjammer Kids Revista Time. Visitado em 17 de maio de 2010.
  3. Guia dos Quadrinhos Acessado em 23-02-13
  4. http://www.universohq.com/quadrinhos/n01022002_05.cfm Acessado em 18/05/2010

Ligações externas[editar | editar código-fonte]