Léo Delibes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Léo Delibes
Nome completo Clément Philibert Léo Delibes
Nascimento 21 de fevereiro de 1836
Morte 16 de janeiro de 1891 (54 anos)
Nacionalidade França francêesa
Ocupação Compositor
Influenciados
Magnum opus Lakmé
Carreira musical
Período musical Romantismo

Léo Delibes (21 de fevereiro de 1836 - 16 de janeiro de 1891) foi um compositor francês do século XIX que compôs várias obras musicais, entre elas, a ópera Lakmé, cuja ária mais conhecida é o Dueto das Flores .

Biografia[editar | editar código-fonte]

Clément Philibert Léo Delibes nasceu em Saint-Germain-du-Val, agora parte da França. Seu pai era carteiro, sua mãe uma talentosa música amadora e seu avô um cantor de ópera. Foi criado principalmente por sua mãe e seu tio após a morte precoce de seu pai. Em 1871, com 35 anos de idade, o compositor casou-se com Léontine Estelle Denain. Delibes morreu 20 anos depois, em 1891, e foi enterrado no Cemitério de Montmartre, Paris.

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Ballets:
La Source (1866)
Coppélia (1870)
Sylvia ou la Nymphe de Diane (1876)
  • Óperas:
Le boeuf Apis (1865)
La cour du roi Pétaud (1869)
Le roi l’a dit (1873)
Jean de Nivelle (1880)
Lakmé (1883)
Kassya (1893, op. póstuma)
  • Operetas:
Deux le sous charbon
La muchacha escocesa de Chatou
L'Omelette à la Follembuche (1859)

Discografía[editar | editar código-fonte]

Les Trois Ballets - Coppelia, Sylvia & La Source com a Orquestra Filarmónica Nacional dirigida por Richard Bonynge.
Coppélia, dirigida por Karajan e a Orquestra Filarmónica de Berlím para Deutsche Grammophon; e por Fricke, com a Orquestra Sinfónica da Radio de Berlím, para Capriccio.
Lakmé, dirigida por J. Gressier, con M. Robin, Ch. Richard, P. Savignol, A. Disney, C. Maurante. Orquestra e coro de la Radio Lyrique de la RTF (1955). Rodolphe. Grabación histórica.
Lakmé, dirigida por Richard Bonynge, com Joan Sutherland, A. Vanzo, G. Bacquier, J. Barbié, C. Calès. Orquestra e Coro Nacional da Ópera de Montecarlo (1967). Decca.
Aria de las campanas gravado em álbuns e concertos de numerosas sopranos, entre elas gravações de Maria Callas num recital para CFP, e de Joan Sutherland para Decca.
Le Roi s'amuse (comedia francesa). Suite de 6 danzas. Dirigida por Thomas Beecham com a Orquestra Filarmónica Real para EMI.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • BalletNotes (2001). "Léo Delibes". Consultado em 25 de julho de 2005.
  • Mullany, Janet (2005). Léo Delibes. Consultado em 25 de junho de 2005.
  • All Music Guide (2001). Léo Delibes Consultado em 1 de julho de 2005.
  • Alier, R., A discoteca ideal da ópera, Planeta, Barcelona, 1995. ISBN 84-08-01285-1
  • McLeish, K., A discoteca ideal da música clásica, Planeta, Barcelona, 1996. ISBN 84-08-01038-7

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Léo Delibes
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.