Manequim

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Um par de manequins, numa vitrine.

Manequim é um boneco que representa a figura humana (masculina ou feminina), utilizado em trabalhos artísticos, como modelo, científicos, como substituto do objeto real, e ainda e mais freqüentemente como objeto auxiliar de costura e na exposição em lojas.

A palavra deriva do holandês manneken, e significa homem pequeno.[1]

Um manequim simples, sem cabeça.

Costura[editar | editar código-fonte]

Os manequins foram criados para auxiliar costureiras e alfaiates durante a confecção das roupas, possibilitando-lhes aferir as mesmas como se já estivessem sendo vestidas.

Essa finalidade facilita o trabalho de verificar aquilo que no jargão da moda chama-se caimento.

O tipo de manequim usado em lojas é variado. Podem ser simples, com ou sem cabeça, com traços detalhados e reais, sentados ou em pé. Especialistas afirmam que um bom manequim pode render lucros para o lojista.[2]

Referências

  1. The American Heritage Dictionary of the English Language (2004). mannequin. Houghton Mifflin Company. Página visitada em 7 de agosto de 2009.
  2. Afonso Ferreira (19 de março de 2012). Manequins atraem olhar do consumidor e refletem conceito de loja. UOL. Página visitada em 10 de maio de 2012.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Manequim
Ícone de esboço Este artigo sobre vestuário ou moda é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.