Manuel Sandoval Vallarta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Manuel Sandoval Vallarta
Nacionalidade México Mexicano
Residência  México
 Estados Unidos
 Alemanha
Nascimento 11 de fevereiro de 1899
Local Cidade do México
Morte 18 de abril de 1977 (78 anos)
Local Cidade do México
Cônjuge María Luisa Margain
Instituições Instituto de Tecnologia de Massachusetts, Universidade Nacional Autônoma do México
Alma mater Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Conhecido(a) por Pesquisas com raios cósmicos
Prêmio(s) Premio Nacional de Ciencias y Artes (1959)

Manuel Sandoval Vallarta (Cidade do México, 11 de fevereiro de 1899 — Cidade do México, 18 de abril de 1977) foi um físico mexicano.

Foi professor de física no Instituto de Tecnologia de Massachusetts (MIT) e na Universidade Nacional Autônoma do México (UNAM).

Sandoval Vallarta nasceu na Cidade do México em uma família descendente de Ignacio Vallarta, um líder liberal proeminente durante a Guerra da Reforma.[1] Graduado em física no MIT, em 1921, onde obteve o Ph.D. em 1924. Foi membro da faculdade de física do MIT em 1923, tornando-se depois professor pleno. Em 1927 recebeu uma bolsa Guggenheim para estudar física na Alemanha por dois anos. Foi acolhido na Universidade de Berlim e na Universidade de Leipzig, onde foi discípulo de Albert Einstein, Max Planck, Erwin Schrödinger e Werner Heisenberg.

Quando no MIT, Vallarta foi um mentor de Richard Feynman e Julius Adams Stratton. De fato, foi o coautor da primeira publicação científica de Feynman, uma carta ao Physical Review sobre o espalhamento dos raios cósmicos.


Translation Latin Alphabet.svg
Este artigo ou secção está a ser traduzido de en:Manuel Sandoval Vallarta. Ajude e colabore com a tradução.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.