Martins Soares

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Martins Soares
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 22 de outubro
Fundação 22 de outubro de 1997
Gentílico martinsoarense
Prefeito(a) Ademir Conrado (PMDB)
(2013–2016)
Localização
Localização de Martins Soares
Localização de Martins Soares em Minas Gerais
Martins Soares está localizado em: Brasil
Martins Soares
Localização de Martins Soares no Brasil
20° 15' 25" S 41° 52' 37" O20° 15' 25" S 41° 52' 37" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Zona da Mata IBGE/2008 [1]
Microrregião Manhuaçu IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Manhuaçu, Manhumirim, Reduto, Durandé, Iúna(ES)
Distância até a capital 312 km
Características geográficas
Área 112,941 km² [2]
População 7 173 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 63,51 hab./km²
Clima Não disponível
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,707 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 69 172,185 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 10 441,08 IBGE/2008[5]
Página oficial

Martins Soares é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Sua população estimada em 2007 era de 6.338 habitantes.

Formação Histórica:

O "Pouso Alegre" A primeira denominação do povoado que deu origem a Martins Soares era "Pouso Alegre", mas, quando da criação do distrito, o nome foi alterado para homenagear a memória de um dos vultos mais proeminentes da política mineira. A primeira designação era bem apropriada para um lugar tão tranquilo, bonito e agradável como esta cidade mineira, fato que todo turista constata. Entretanto, há duas versões para a origem do termo "pouso alegre" e ambas em haver com bandos de pássaros e a cantoria promovida por eles. Conta-se que no povoado havia um rancho de tropeiros e que quando estes mercadores chegavam eram bem tratados e recebidos com alegria pelos moradores. O lugar vivia repleto de bandos de pássaros e por isso os arrieiros (espécies de guias que conduzem as bestas de carga pela estrada) passaram a chamar aquele local de "pouso alegre". Outra versão relata que perto do rancho havia uma família que dava pensão aos passantes. Os viajantes teriam chamado o local de "pouso alegre" devido as revoadas de pássaros e o festival de cantos. O Município surgiu a partir de 1894 e tem história importante. Martins Soares começou a se constituir em 1894, quando o pioneiro José Batista dos Reis, proveniente de Juiz de Fora, compra glebas de terra do estado e se instala na região. A escritura da propriedade é datada de 09 de junho de 1895. Anos depois, sua esposa, Conceição Eugênia de Carvalho, e seu filho, João Batista dos Reis, doaram uma área do terreno para a formação de um patrimônio e a construção de uma capela em honra a Nossa Senhora dos Homens. Com a abertura das matas, antes ainda 1900, novas famílias se instalaram na região. O café foi o grande responsável pelo desenvolvimento econômico da localidade, a esta altura denominada de Pousa Alegre. O distrito foi criado através de uma lei de 27 de dezembro de 1948 e recebeu o nome de (Luiz Martins Soares), renomado homem público de Minas Gerais e tio do então Governador do estado Milton Soares Campos. A instalação do distrito ocorre em 14 de julho de 1953. Em fevereiro de 1994, foi instituída a comissão organizadora de emancipação e o plebiscito em outubro de 1995, que confirmou a vontade popular. O município foi emancipado em 21 de dezembro. As primeiras eleições aconteceram em 1996 e a posse em 1997.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil. Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial. Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010. Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil. Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.