Megapodiidae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaMegapodiidae
Alectura lathami.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Aves
Ordem: Galliformes
Família: Megapodiidae
Lesson, 1831
Géneros
Megapodius

Macrocephalon
Leipoa
Talegalla
Aepypodius
Alectura

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Megapodiidae
Wikispecies
O Wikispecies tem informações sobre: Megapodiidae

A família Megapodiidae compreende aves terrestres de tamanho médio, com a cabeça relativamente pequena, pés proporcionalmente grandes, e artelho posterior grande e no mesmo nível dos outros. Ocorrem na ampla região da Australásia, incluindo, ilhas da Micronésia, Melanésia, Austrália, Nova Guiné, e ilhas da Indonésia a leste da Linha de Wallace, entretanto são também encontrados nas Ilhas Nicobar na Baía de Bengala. As relações evolucionárias da família ainda são incertas. É tradicionalmente incluída, tal como a família Cracidae, na ordem Galliformes, embora Sibley e Ahlquist (1990) proponham essas duas famílias como uma ordem própria, a Craciformes. A família possui 7 gêneros e 22 espécies.[1]

Classificação[editar | editar código-fonte]

Morfologicamente a família possui três grupos distintos: (1) grupo dos “brush-turkey” (Alectura, Aepypodius e Talegalla); (2) grupo do “malleefowl” (Leipoa); e (3) grupo dos “scrubfowl” (Megapodius, Macrocephalon e Eulipoa). Entretanto, análises filogenéticas (utilizando tanto material nuclear quanto mitocondrial) mostram uma separação incial dos megapodiídeo, formando dois clados principais: (1) Macrocephalon e os gêneros "mound-building" (construtores de montes de terra): Talegalla, Leipoa, Aepypodius e Alectura; e (2) Eulipoa e Megapodius. A seguinte sequência linear segue Birks e Edwards (2002):

Espécies fósseis[editar | editar código-fonte]

  • Megapodius molistructor Balouet e Olson, 1989 - Holoceno da Nova Caledônia
  • Megapodius alimentum Steadman, 1989 - Holoceno de Lifuka (Tonga)
  • Sylviornis neocaledoniae [8] Poplin, 1980 - Holoceno da Nova Caledônia

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Roselaar (1994); Jones et al. (1995); Birks e Edwards (2002); Brown (2005).
  2. Muitas vezes considerado como uma espécie distinta.
  3. Recentemente foi separada do Megapodius reinwardt, inserida depois no Megapodius bernsteinii, e posteriormente elevada a categoria de espécie. Não reconhecida pela classificação Sibley e Monroe (1990).
  4. Sinônimo de Megapodius affinis. Não reconhecida pela classificação Sibley e Monroe (1990), onde utilizada o nome Megapodius affinis.
  5. Recentemente foi separada do Megapodius reinwardt, inserida depois no Megapodius freycinet, e posteriormente elevada a categoria de espécie. Não reconhecida pela classificação Sibley e Monroe (1990).
  6. Não reconhecida pela classificação Sibley e Monroe (1990).
  7. Roselaar (1994) e Jones et al. (1995), devido a diferenças morfológicas com o gênero Megapodius, aceitam a colocação dessa espécie em um gênero próprio, o Eulipoa. Na classificação Sibley e Monroe (1990; 1993) ela permanece no gênero Megapodius.
  8. Pesquisas recentes, colocam esta espécie em uma família própria, e na ordem dos Galliformes.

Referências[editar | editar código-fonte]

  • JONES, D. N., DEKKER, R. W. R. J., ROSELAAR, C. S. (1995). The Megapodes: Megapodiidae. Oxford Univ. Pr., Oxford, New York, Tokyo.
  • BIRKS, S. M., EDWARDS, S. V. (2002). A phylogeny of the megapodes (Aves: Megapodiidae) based on nuclear and mitochondrial DNA sequences. Molecular Phylogenetics and Evolution 23, 408-421.
  • ROSELAAR, C. S. (1994). Systematics notes on Megapodiidae (Aves: Galliformes), including the description of five new subspecies. Bull. Zool. Museum, Amsterdan 14, 1-36.
  • SIBLEY, C. G., MONROE J., B. L. (1990). Distribution and taxonomy of birds of the world. Yale University Press, New Haven & London, XXIV - 111.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Aves, integrado no Projeto Aves é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.