Meidericher Spielverein Duisburg

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Duisburg
Msv Duisburg.png
Nome Meidericher Spielverein Duisburg
Alcunhas Zebras
Fundação 1902 (112 anos)
Estádio MSV-Arena
Capacidade 31.502
Presidente Alemanha Dieter Steffen
Treinador Croácia Milan Šašić
Material esportivo Estados Unidos Nike
Competição Alemanha Campeonato Alemão
Divisão 2. Fußball-Bundesliga
Divisão 2012 10ª
Website msv-duisburg.de
Kit left arm duisburg1112h.png Kit body duisburg1112h.png Kit right arm duisburg1112h.png
Kit shorts ned10A.png
Kit socks caen1011A.png
Uniforme
titular
Kit left arm duisburg1112a.png Kit body sanfrecce11g3.png Kit right arm duisburg1112a.png
Kit shorts manutd1011a.png
Kit socks nzl10a.png
Uniforme
alternativo
editar

Meidericher Spielverein Duisburg 02 e.V. é uma agremiação esportiva alemã sediada na cidade de Duisburg, fundada a 1902. A equipe atualmente disputa a Segunda Divisão.

A cidade fica localizada no Vale do Ruhr, situado na Renânia do Norte-Vestfália.

História[editar | editar código-fonte]

O Duisburg surgiu em 1902, inicialmente como uma agremiação distrital da cidade de Duisburgo, conhecido como Meidericher SV. Essa situação, porém, só duraria três anos, já que, em 1905, o clube se uniu ao SC Viktoria Meiderich, outro time do município. Em 1967, foi adotado o nome atual e ao MSV Duisburg foi reconhecido o papel de clube mais popular e de maior sucesso da cidade.

Nos gramados, o time não tardou a conseguir bons resultados em competições locais, tendo, inclusive, realizado grandes temporadas. Em 1913/1914, por exemplo, fez 113 gols e sofreu apenas 12.

O crescimento teria seqüência na década seguinte. Nos anos 1920, o Duisburg conseguiu ficar entre os melhores. Venceu, em 1929, o campeonato regional e classificou-se, pela primeira vez, à elite do futebol alemão.

O bom momento, porém, seria interrompido por motivos políticos. Durante a Segunda Guerra Mundial, o clube passou por situação financeira complicada e quase foi obrigado a fechar as portas.

A recuperação veio logo após o fim do conflito, quando o time venceu o torneio da cidade, em 1946. Em 1951, o clube conseguiu a vaga na Oberliga, que, até então, era a primeira divisão do futebol da Alemanha.

Aquela foi uma das melhores fases da história do clube. O Duisburg, ainda sem o nome atual, esteve na elite até a criação da Bundesliga, o grande divisor de águas do esporte no país, o qual profissionalizou o futebol alemão.

Naquele momento, o clube garantiu presença entre os 16 que formaram a primeira edição do certame. Fez, inclusive, grande campanha na temporada 1963/1964, quando terminou a competição com o vice-campeonato, atrás apenas do campeão Colônia.

No restante da década de 1960 e nos anos 70, o clube não repetiria o desempenho, mas se manteve na primeira divisão alemã. Naquele momento, o fato mais considerável na história do clube foi mais uma mudança de nome. Em 1967, após anos de consolidação como o principal time da cidade, o Meidericher finalmente passa a ser conhecido como Duisburg.

Em campo, o time conseguia resultados razoáveis. Em 1974/1975, por exemplo, foi finalista da Copa da Alemanha, mas perdeu a decisão para o Hannover 96. Antes, já havia perdido tal título, em 1966, diante do Eintracht Frankfurt.

A melhor campanha da época, porém, veio em 1978/1979, quando o time chegou a disputar a semifinal da Copa da UEFA (atual Liga Europa da UEFA), sua melhor colocação em competições continentais, mas acabou sendo eliminado pelos compatriotas do Borussia Mönchengladbach.

A grande fase acabou com a chegada dos anos 80. Foi nessa época que o sonho da Bundesliga foi interrompido pela primeira vez. Em 1981/1982, após 19 anos entre os melhores do campeonato profissional alemão, o Duisburg caiu para a segunda divisão.

Desde então, passou a ser chamado de "elevador", apelido que os times na Alemanha recebem por trocarem de divisões com facilidade, sem muita estabilidade. A primeira alternância, porém, foi negativa. Em 1985/1986, a equipe caiu para a terceira divisão.

Depois de três anos, o clube voltaria a figurar na segunda divisão. O retorno à elite só viria em 1991/1992, e de maneira breve, pois a equipe logo foi rebaixada. Desde então, participou oito vezes da primeira divisão e oito da segunda, uma prova de sua instabilidade.

Nesse período, o único momento de destaque adveio em 1997/1998, quando chegou à decisão da Copa da Alemanha. O Bayern de Munique, porém, confirmou o favoritismo e conquistou o título com uma vitória por 2 a 1.

Na temporada 2007/2008, o clube não foi bem e acabou sendo rebaixado, tendo que disputar a segunda divisão do Campeonato Alemão na temporada seguinte.

Mascote[editar | editar código-fonte]

Desde a fundação do clube, o Duisburg possui como mascote uma Zebra. A opção foi feita por causa das listras tradicionais da camisa do time, tingidas de azul e branco.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Campeonato Alemão

  • Vice-campeão: 1964;

Copas

  • Copa da Alemanha (finalista): 1966, 1975, 1998, 2011;

Torneios

  • Copa Intertoto (vencedor): 1974, 1977, 1978;

Amador

  • Campeão amador: 1987;

Cronologia recente[editar | editar código-fonte]

Temporada Divisão Posição
1999–2000 Fußball-Bundesliga Fußball-Bundesliga (I) 18° (rebaixado)
2° Fußball-Bundesliga 2000–01 2° Bundesliga (II) 11°
2° Fußball-Bundesliga 2001–02 2° Bundesliga 11°
2° Fußball-Bundesliga 2002–03 2° Bundesliga
2° Fußball-Bundesliga 2003–04 2° Bundesliga 7th
2° Fußball-Bundesliga 2004–05 2° Bundesliga 2° (promovido)
2005–06 Fußball-Bundesliga 1. Bundesliga (I) 18° (rebaixado)
2° Fußball-Bundesliga 2006–07 2° Bundesliga (II) 3° (promovido)
2007–08 Fußball-Bundesliga Fußball-Bundesliga (I) 18° (rebaixado)
2° Fußball-Bundesliga 2008–09 2° Bundesliga (II)
2009–10 2° Fußball-Bundesliga 2° Bundesliga
2010–11 2° Fußball-Bundesliga 2° Bundesliga
2011–12 2° Fußball-Bundesliga 2° Bundesliga 10°

Uniformes[editar | editar código-fonte]

Uniformes dos jogadores[editar | editar código-fonte]

  • 1º Uniforme - Camisa listrada em azul e branco, calção e meias brancas;
  • 2º Uniforme - Camisa preta, calção e meias pretas.
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Primeiro uniforme
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
Segundo uniforme

Uniformes dos goleiros[editar | editar código-fonte]

  • Camisa preta, calção e meias pretas;
  • Camisa verde, calção e meias verdes;
  • Camisa branca, calção e meias brancas.


Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'
Cores do Time Cores do Time Cores do Time
Cores do Time
Cores do Time
'

Elenco[editar | editar código-fonte]

Posição Jogador
1 Suíça G Marcel Herzog
2 Alemanha D Julian Koch (emprestado pelo Borussia Dortmund)
4 Croácia M Ivica Banović (emprestado pelo SC Freiburg)
5 Alemanha D Daniel Reiche
6 Alemanha M Benjamin Kern
8 Roménia M Mihai Tararache
9 Sérvia A Srđan Baljak (Capitão)
10 República Checa M Filip Trojan (emprestado pelo Mainz 05)
11 Turquia M Olcay Sahan
14 Brasil D Bruno Soares
15 Eslovénia M Goran Šukalo
17 Alemanha D Sven Theißen
18 Alemanha G David Yelldell
19 Áustria A Stefan Maierhofer (emprestado pelo Wolverhampton)
20 Bósnia e Herzegovina M Ivica Grlić
Posição Jogador
21 Alemanha D André Hoffmann
22 Alemanha A Manuel Schäffler (emprestado pelo 1860 Munique)
24 Alemanha M Kevin Grund
25 Bósnia e Herzegovina D Branimir Bajić
26 Alemanha M Tanju Öztürk
27 Alemanha A Maurice Exslager
28 França D Olivier Veigneau
29 Turquia M Burakcan Kunt
30 Alemanha G Marcel Lenz
31 Alemanha G Roland Müller
32 Turquia M Sefa Yılmaz

Emprestado a outra equipe[editar | editar código-fonte]

Posição Jogador
30 Brasil M Maicon (emprestado ao Figueirense)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]