Minério de ferro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
A hematite é um minério de ferro muito comum

Os minérios de ferro são rochas a partir das quais pode ser obtido ferro metálico de maneira economicamente viável. O ferro encontra-se geralmente sob a forma de óxidos, como a magnetite e a hematite ou ainda como um carbonato, a siderite. Os minérios de ferro têm um teor de ferro variável consoante o mineral ferrífero:

Mineral Fórmula química Conteúdo teórico
em ferro
Conteúdo teórico
em ferro
após calcinação
hematita Fe2O3 69,96 69,96
magnetita Fe3O4 72,4 72,4
magnesioferrita MgO·Fe2O3 56-65 56-65
goethita Fe2O3·H2O 62,9 70
hidrogoethita 3Fe2O3·4H2O 60,9 70
limonita 2Fe2O3·3H2O 60 70
siderita FeCO3 48,3 70
pirita FeS2 46,6 70
pirrotita Fe1-xS 61,5 70
ilmenita FeTiO3 36,8 36,8

Mineração[editar | editar código-fonte]

A extração de minério de Ferro é uma indústria presente na maior parte dos países. Os dez maiores produtores mundiais de minério de Ferro (dados de 2006[1] são a China, Brasil, Austrália, Índia, Rússia, Ucrânia, África do Sul, Irã, Canadá e Estados Unidos.

O consumo mundial de minério de ferro cresce cerca de 10% ao ano e os maiores consumidores são a China, Japão, Coreia, Estados Unidos e a União Europeia.

Os métodos de mineração variam consoante o tipo de minério. Os quatro principais, sob o ponto de vista de interesse econômico, são a magnetite, titanomagnetite, hematite e pisolite.

Brasil[editar | editar código-fonte]

No Brasil, os estados onde se encontram as maiores reservas de Minério de Ferro são: Pará, Piauí e Minas Gerais no brasil

Ver também[editar | editar código-fonte]