Naravas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Naravas ou Naravaso foi um nobre númida, hábil ginete e estrategista do século III a.C..

Combateu junto aos rebeldes ao começar a Guerra dos Mercenários, no exército de Espêndio. Admirador incondicional de Amílcar Barca, viajou ao seu acampamento junto a dois mil ginetes númidas para se unir às suas tropas (239 a.C.). Impressionado pela sua valentia, Amílcar prometeu-lhe a mão da sua filha.

As suas tropas de cavalaria ligeira resultaram muito úteis aos cartagineses para fustigar os exércitos inimigos mediante rápidos ataques, e para desmantelar as linhas de fornecimentos rebeldes. Desempenharam um papel de destaque na Batalha de "A Serra", na que o exército mercenário foi completamente destruído.[1]

Ao finalizar a guerra, em 237 a.C., casou-se com a filha de Amílcar Barca, Salambó, na que posteriormente se basearia Gustave Flaubert para escrever o seu romance.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Referências

  • Este artigo foi inicialmente traduzido do artigo da Wikipédia em espanhol, cujo título é «Naravas».

Ver também[editar | editar código-fonte]