Noivas em Guerra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Noivas em Guerra
Bride Wars
 Estados Unidos
2009 • cor • 89 min 
Direção Gary Winick
Produção Kate Hudson
Matt Luber
Alan Riche
Peter Riche
Julie Yorn
Roteiro Greg DePaul (história)
June Diane Raphael
Casey Wilson
Elenco Kate Hudson
Anne Hathaway
Candice Bergen
Chris Pratt
Bryan Greenberg
Steve Howey
Kristen Johnston
Gênero comédia romântica
Idioma inglês
Música Edward Shearmur
Cinematografia Frederick Elmes
Edição Susan Littenberg
Estúdio Fox 2000 Pictures
Regency Enterprises
New Regency
Firm Films
Distribuição 20th Century Fox
Lançamento Estados Unidos 8 de janeiro de 2009
Brasil 6 de fevereiro de 2009
Portugal 12 de março de 2009
Orçamento US$30 milhões
Receita US$115,049,554[1]
Site oficial
Página no IMDb (em inglês)

Noivas em Guerra (no original em inglês: Bride Wars) é um filme americano de 2009, uma comédia romântica dirigida por Gary Winick e escrita por Greg DePaul, June Diane Raphael e Casey Wilson.[2] O filme é estrelado por Kate Hudson, Anne Hathaway, Candice Bergen, Bryan Greenberg, Chris Pratt, Steve Howey e Kristen Johnston.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Emma e Liv são amigas desde pequena, e ficam noivas quase ao mesmo tempo. As duas escolhem o mesmo lugar para celebrar seus casamentos e reservam uma data no Plaza Hotel. Mas por causa de um erro, a data reservada é a mesma e a briga entre as duas começa para saber qual delas vai manter seus planos sobre o casamento.

Elenco[editar | editar código-fonte]

  • Kate Hudson como Olivia "Liv" Lerner, uma advogada bem sucedida em Ropes & Gray que é usada para obter o seu caminho, e não vai se contentar com qualquer outra coisa. Ela tenta ser perfeita em vez de levar as coisas de ânimo leve, desde que seus pais morreram quando ela era uma criança. Foi demonstrado que ela é protetora e extremamente carinhosa com Emma.
  • Anne Hathaway como Emma Allen, uma professora de ensino médio, que cuida de todos, mas se esquece de ter algum tempo para si mesma, devido à sua natureza doce, mas ligeiramente mansa. Liv comentou que ela é a única que sempre "se dá", quando ambas têm conflitos uma com a outra.
  • Candice Bergen como Marion St. Claire, planejadora de casamentos mais procurada de Nova York, a quem as meninas escolhem ao mesmo tempo para planejar seu casamento. Ela também serve como a narradora da história.
  • Chris Pratt como Fletcher Flemson, o noivo de Emma. Fletcher é um contador e os dois se encontraram 10 anos antes dos eventos do filme.
  • Bryan Greenberg como Nathan "Nate" Lerner, irmão mais velho de Liv, que é apaixonado por Emma.
  • Steve Howey como Daniel Williams, o noivo de Liv e um gestor de fundos de hedge. Ao contrário de Fletcher e Emma, tornou-se mais estreiti com Liv durante o processo de planejamento do casamento e abraçou as mudanças de sua noiva em sua atitude particularmente e sua recém-descoberta vulnerabilidade.
  • Kristen Johnston como Deb: Uma mulher detestável, preguiçosa que é uma das colegas de Emma. Ela continuamente descarrega toda a sua carga de trabalho em Emma. Ela finalmente se torna dama de honra de Emma. Ela é a única que sugeriu a Emma que ela deveria engordar Liv com chocolates caros.
  • Michael Arden como Kevin, assistente de Liv no trabalho, a quem ela recruta para ser seu "Senhor da Honra." Ele deu a Liv a sugestão de que ela deve mexer com aulas de dança de Emma, substituindo seu instrutor com um excêntrico.
  • June Diane Raphael como Amanda, uma amiga de Emma e Liv e a que se casou no início do filme. Ela é mostrada para ser franca e expressa seu pesar em se casar de maneira cômica.
  • Casey Wilson como Stacy Kindred, outra noiva e um dos clientes da Marion St. Claire. Liv e Emma tentam persuadi-la a desistir de sua data, que acaba em um fiasco em uma loja.
  • Paul Scheer como Ricky Coo, coreógrafo de dança que se chama "O Doutor da Dança"
  • John Pankow como John Allen, pai de Emma.
  • Hettienne Park como Marissa, uma amiga de Emma e uma das amigas mais próximas de Liv
  • Lauren Bittner como Amie, uma amiga de Emma e uma das amigas mais próximas de Liv
  • Dennis Parlato como Instrutor de dança
  • Billy Unger como vozes adicionais
  • Colin Ford como vozes adicionais

Muitas esposas e namoradas de jogadores do time de beisebol Red Sox fizeram figuração na cena do chuveiro.

Produção[editar | editar código-fonte]

Raphael e Wilson completaram o roteiro de filmagem de Bride Wars, a partir de um roteiro original por Greg DePaul,[3] antes da Greve dos roteiristas dos Estados Unidos de 2007-2008 começar.[4] Karen McCullah Lutz e Kirsten Smith também contribuiram para o roteiro.[2] [4]

Emma Roberts faria o papel de Liv e Nikki Reed o de Emma. Mais tarde, os produtores resolveram mudar o gênero do filme, de comédia adolescente para comédia romântica, e escalaram atrizes um pouco mais velhas, Kate Hudson e Anne Hathaway.[5]

Algumas filmagens principais tiveram lugar no Peabody Essex Museum, em Salem, Massachusetts.[6] A maioria das filmagens ocorreu em Boston, Massachusetts, na cidade de Nova Iorque, Nova Iorque, e, em Salem, Massachusetts.

As filmagens ocorreram entre 31 de março e junho de 2008.[5]

Música[editar | editar código-fonte]

A música para Bride Wars foi composta por Edward Shearmur, que gravou seu marcador com um conjunto de 77 peças da Hollywood Studio Symphony no Scoring Stage Newman da 20th Century Fox.

No início do filme, a canção "Somethin' Special" de Colbie Caillat foi tocado, porém esta versão tinha letras diferentes do que o Beijing Olympic Mix, sugerindo que era o original mix. Como o filme não tem uma trilha sonora, a versão original permaneceu inédito até álbum de Caillat Breakthrough foi lançado, onde a música aparece como uma faixa bônus na edição Rhapsody.[7] Há também a canção "Dream" por Priscilla Ahn. E "Scared" de Duffy.

Recepção[editar | editar código-fonte]

Bride Wars tem sido universalmente criticado pelos críticos. O filme recebeu um índice de aprovação de 11% no Rotten Tomatoes baseado em 140 opiniões coletadas.[8] Time nomeou-o um dos 10 piores filmes de click flick, uma gíria para um gênero de filmes que tratam principalmente de amor e romance e concebido para apelar a um público-alvo em grande parte do sexo feminino.[9]

Desempenho nas bilheterias[editar | editar código-fonte]

Em sua semana de estréia, o filme arrecadou 21,058,173. Classificado como Nº2 na bilheteria.[1] A partir de 26 de maio de 2009, ele fez 58,715,510 nos Estados Unidos e no Canadá, 55,982,521 em países estrangeiros e um total de 115,049,554 em todo o mundo - Um sucesso financeiro, apesar de suas opiniões em grande parte negativas.[1]

Prêmios[editar | editar código-fonte]

Venceu[editar | editar código-fonte]

Nomeações[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c Bride Wars (2009). Box Office Mojo. Página visitada em 3 de novembro de 2013.
  2. a b Siegel, Tatiana (6 de abril de 2008). Título não preenchido, favor adicionar. Variety. Reed Business Information. Página visitada em 3 de novembro de 2013.
  3. Fleming, Michael (12 de novembro de 2006). "Bride" nears the altar. Variety. Reed Business Information. Página visitada em 3 de novembro de 2013. Cópia arquivada em 3 de novembro de 2013.
  4. a b Fleming, Michael (6 de dezembro de 2007). Hathaway hops on "War" path. Variety. Reed Business Information. Página visitada em 3 de novembro de 2013.
  5. a b Bride Wars no AdoroCinema
  6. Cassidy, Chris (25 de julho de 2008). Heard Around Town: The six degrees of Lizzie Borden. The Salem News. Eagle Tribune Publishing Company. Página visitada em 3 de novembro de 2013.
  7. http://www.rhapsody.com/colbie-caillat/breakthrough
  8. Bride Wars. Rotten Tomatoes.
  9. Romero, Frances (26 de maio de 2010). Top 10 Worst Chick Flicks - Bride Wars. Time. Página visitada em 3 de novembro de 2013 2012.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]