Oswald Külpe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Este artigo ou se(c)ção cita uma ou mais fontes fiáveis e independentes, mas ela(s) não cobre(m) todo o texto (desde julho de 2013).
Por favor, melhore este artigo providenciando mais fontes fiáveis e independentes e inserindo-as em notas de rodapé ou no corpo do texto, conforme o livro de estilo.
Encontre fontes: Googlenotícias, livros, acadêmicoYahoo!Bing. Veja como referenciar e citar as fontes.
Portal A Wikipédia possui o:
Portal de Filosofia

Filósofo e psicólogo alemão (Kandava, Letónia, 3 de agosto de 1862 - Munique, 30 de dezembro de 1915)[1] .

Estudou com Wilhelm Wundt e foi professor em Würzburg, Bona e Munique. Fez pesquisas importantes sobre o estado mental de preparação para a ação. Destacou-se no estudo da diferença qualitativa entre uma lembrança e o objeto que representa. Também conduziu com seus alunos em Würzburg pesquisas sobre os efeitos da atitudes e tarefas sobre a percepção e o processo de recordação e pensamento.[2]

Demonstrou que o que é lembrado por uma palavra depende da tarefa que é colocada para o indivíduo: tarefa é citar a classe à qual pertence uma palavra, a pessoa lembra-se dessa classe; se ela consiste em dar um exemplo, este é lembrado.

O princípio foi extrapolado para todo o processo do pensamento e a Escola de Würzburg pretendia descobrir através da introspecção experimental a existência de um pensamento-imagem, reagindo contra as concepções do associacionismo.

A introspecção experimental diferia muito do método experimental corrente nos laboratórios de pesquisa daquela época, pois, além de se preocupar em controlar e registrar o estímulo aplicado ao sujeito e sua reação, também utilizava a observação e descrição que o próprio sujeito fazia daquilo que se passava com ele próprio durante a experiência.

Algumas da obras de Külpe são: Fundamentos da psicologia (1893), A filosofia do tempo presente (1902) e Fundamentos da ética (1921).

Referências

  1. Oswald Külpe Encyclopædia Britannica, Inc.. Página visitada em 17 de julho de 2013.
  2. UFSC: Encioclopédia Simpozio - História da Filosofia. Página visitada em 12 mar. 2011.

Referências