Póvoa de Santa Iria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
 Portugal Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa  
—  Freguesia  —
Brasão de armas de Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa
Brasão de armas
Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa está localizado em: Portugal Continental
Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa
Localização de Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa em Portugal
38° 52' N 9° 05' O
País  Portugal
Concelho VFX1.png Vila Franca de Xira
Fundação 13 de Abril de 1916
 - Tipo Junta de freguesia
Área
 - Total 9 16 km²
População ({{{censo}}})
 - Total 40 404
    • Densidade 4 410,9/km2 
Gentílico: Povoense
Código postal 2625 Póvoa de Santa Iria
Orago Nossa Senhora de Fátima
Correio electrónico geral@jf-povoasantairia.pt
Sítio www.jf-povoasantairia.pt

Póvoa de Santa Iria e Forte da Casa é uma cidade portuguesa do concelho de Vila Franca de Xira, com 9,16 km² de área e 40 404 habitantes. Densidade: 4 410,9 hab/km². Foi desmembrada da vizinha freguesia de Santa Iria de Azóia, no concelho de Loures, em 13 de Abril de 1916 [1] , tendo permanecido integrada nesse concelho até 8 de Novembro de 1926, altura em que transitou para o município de Vila Franca, por decreto do governo da ditadura militar [2] .

Um surto de desenvolvimento industrial associado a um forte crescimento populacional contribuíram para a sua elevação a vila em 24 de Setembro de 1985, à qual se seguiu, volvidos poucos anos, a atribuição do estatuto de cidade, em 24 de Junho de 1999. Tem por oragos Santa Iria e Nossa Senhora de Fátima. As grandes festas da cidade ocorrem no primeiro fim-de-semana de Setembro e são em honra de Nossa Senhora da Piedade.

Demografia[editar | editar código-fonte]

População da Póvoa de Santa Iria
1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011 2013
1 079 1 476 2 046 2 815 3 281 4 161 8 115 14 417 24 277 29 348 40 404

Geografia e Clima[editar | editar código-fonte]

Palácio de Nossa Senhora da Piedade em Póvoa de Santa Iria

A Póvoa de Santa Iria faz fronteira com Santa Iria de Azóia (Loures) a Sul, Vialonga (Vila Franca de Xira) a Oeste, Alverca do Ribatejo (Vila Franca de Xira) a Norte e com o Rio Tejo a Este. A cidade possui um clima temperado com Invernos chuvosos e suaves e Verões quentes e secos, típico da Região Centro de Portugal.

As principais fases e bairros em que se divide são:

  • Quinta da Piedade I fase
  • Quinta da Piedade II fase (situada entre a I fase e os Caniços)
  • Casal da Serra
  • Bolonha
  • Morgado Santo António de Bolonha I fase
  • Morgado Santo António de Bolonha II fase (Tágides), também conhecida como Courela da Pedreira
  • Bragadas
  • Quintais
  • Caniços

História[editar | editar código-fonte]

  • 1461 - O Rei D. Afonso V, faz doação a D. Gonçalo Vaz de Castelo Branco, das marinhas de sal da Póvoa até à Verdelha.
  • 1476 - D. Gonçalo distingue-se na batalha de Toro, em que comandava 180 homens a cavalo, todos por ele armados e equipados. Em recompensa foi nomeado donatário de Vila Nova de Portimão.
  • 1521 - D. Martinho Vaz de Castelo Branco, 1 ° Conde de Vila Nova de Portimão, comanda a frota nupcial que conduziu Dª. Beatriz, Princesa de Portugal, a Sabóia.
  • 1578 - Morrem em Alcácer Quibir, D. Martinho de Castelo Branco Valente, 9° Senhor da Póvoa e o seu irmão, D. Diogo de Castelo Branco, combatendo valorosamente junto do Rei D. Sebastião.
  • 1647 - Detidos na Póvoa de Santa Iria, Domingos Leite Pereira e Roque da Cunha, que a soldo do rei de Espanha, pretendiam assassinar o rei D. João IV.
  • 1807 - D. Pedro de Lencastre, 16° Senhor do Morgado da Póvoa, foi nomeado Presidente e membro da Regência do Reino, durante a ausência do Rei D. João VI.
  • 1859 - Primeira fábrica de adubos químicos instalada na Póvoa.
  • 1912 - Alberto Sanches de Castro, realiza no Mouchão da Póvoa, o primeiro voo em aeroplano com motor, realizado em Portugal.
  • 1916 - Criada a freguesia de Póvoa de Santa Iria.
  • 1934 - A "Solvay" funda na Póvoa de Santa Iria a "Soda Póvoa", criando mais de 1.200 postos de trabalho.
  • 1956 - Inauguração da Igreja de Nossa Senhora de Fátima.
  • 1976 - Primeiras eleições autárquicas livres e democráticas. Eleitos: Vítor Hugo Bernardino; Amândio Gonçalves Amaro; Joaquim António Baião; Manuel Fiúza Costa; Casimiro Rei; António da Silva Godinho; António Diamantino Nabais; Alfredo Lopes Duarte e Guilherme Pereira Gomes.
  • 1985 - A povoação é elevada à categoria de Vila.
  • 1986 - Início das festas anuais comemorativas de elevação a Vila, sendo presidente da Junta de Freguesia, Rui Rafael Mateus Araújo.
  • 1998 - Aprovação e publicação oficial do Brasão da Póvoa de Santa Iria.
  • 1999 - Elevação da Vila a Cidade.
  • 2013 - Após a Reorganização Administrativa do Território das Freguesias, a Póvoa de Santa Iria passa a partilhar a Junta de Freguesia com a vila vizinha do Forte da Casa.

Património religioso[editar | editar código-fonte]

  • Capela de Nossa Senhora da Piedade
  • Igreja Matriz de Nossa Senhora de Fátima
  • Igreja de Nossa Senhora da Paz
  • Oratório de São Jerónimo
  • Capela de Santo António (Bragadas)
  • Santuário do Senhor Morto (Quinta Municipal da Piedade)

Equipamentos[editar | editar código-fonte]

  • Junta de Freguesia
  • Correios
  • Quartel dos Bombeiros
  • Piscinas Municipais
  • Centro de Saúde
  • Estação de comboios
  • Forno crematório
  • Esquadra da PSP

Principais festividades[editar | editar código-fonte]

  • Comemorações do Carnaval - Fevereiro ou Março - Grémio Dramático Povoense
  • Aniversário da Tertúlia Passe Por Alto - Associação Cultural
  • Comemoração do 25 de Abril - 25 de Abril
  • Festas em honra de Nossa Senhora do Rosário de Fátima - Fim-de-semana mais próximo do 13 de Maio
  • Festas em honra de Santo António, no bairro das Bragadas - Junho
  • Festas em honra de Santo António - Grémio Dramático Povoense - Junho
  • Festejos dos Santos Populares - São Pedro e São João - Tertúlia Passe Por Alto - Associação Cultural. Junho
  • Festas das Bragadas - Agosto
  • Festas em honra de Nossa Senhora da Piedade (Festa anual) - 1º Fim-de-semana de Setembro
  • Dia da cidade - 1 de Novembro

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências