Pústula

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pústula esbranquiçada em humano.

Pústula é uma pequena elevação da epiderme, a camada mais externa da pele, contendo fluído turvo ou purulento (com pus). Geralmente consiste de células de defesa (leucócitos) típicos de processos inflamatórios, como neutrófilos, linfócitos e macrófagos, e agentes invasores mortos (por apoptose induzida por linfócitos) ou inativos (por opsonização). Podem ser brancos ou vermelhos.[1]

Podem aparecer em qualquer parte do corpo, mas são mais comuns nas costas, rosto, pescoço e peitoral. Quando muito grandes podem requerer a drenagem do pus e uma pomada para evitar cicatriz.[2]

Costumam ser um sinal de infecção bacteriana.[3]

Referências

  1. James, William D., et al. (2006). Andrews' Diseases of the Skin: Clinical Dermatology. Saunders Elsevier. ISBN 0-7216-2921-0.
  2. http://www.healthline.com/health/pustules
  3. http://www.nlm.nih.gov/medlineplus/ency/article/003234.htm