Pedras de Jelling

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2015). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Pix.gif Túmulos, Pedras Rúnicas e Igreja de Jelling *
Welterbe.svg
Património Mundial da UNESCO

Runensteine Gorm Blauzahn.jpg
As pedras de Jelling
País Dinamarca
Critérios C (iii)
Referência 697
Coordenadas N69 7 60 W49 30 0
Histórico de inscrição
Inscrição 1994  (18ª sessão)
* Nome como inscrito na lista do Património Mundial.

A designação pedras de Jelling refere-se a duas pedras rúnicas que se encontram em Jelling, na Dinamarca.

As pedras vistas de trás

Em 1994, passaram a figurar na lista do património da humanidade, da Unesco, assim como a igreja e os montes vizinhos, onde se encontram os túmulos do rei Gormo, o Velho, da Dinamarca e de sua esposa, Thyra. São exemplos notáveis da transição da Dinamarca da era pagã para a era cristã.

Para além de inscrições rúnicas, uma das pedras ostenta desenhos com uma mistura de motivos pagãos com um Cristo.

A pedra grande de Jelling[editar | editar código-fonte]

A pedra grande de Jelling é uma pedra rúnica erigida por Haroldo Dente-Azul por volta de 965, em Jelling, na Dinamarca.

A runas da inscrição na pedra dizem (em Nórdico antigo, Dinamarquês e Português):

h A, æ r A, æ l t, ð, d, Tyr r : k, g u, o, ø n u, o, ø k, g r : b, p A, æ þ, th : k, g A, æ u, o, ø r u, o, ø A, æ

HARALTR KUNUKR BATH KAURUA
HARALD KONGE BØD GØRE
HAROLDO REI MANDOU FAZER

k, g u, o, ø b, p l : þ, th A, æ u, o, ø s i, e : A, æ f, vt, ð, d, Tyr : k, g u, o, ø r m : f, v A, æ þ, th u, o, ø r : s i, e n

KUBL THAUSI AFT KURM FATHUR SIN
KUMLER DISSE EFTER GORM FADER SIN
ERGUER ESTAS EM HONRA DE GORM PAI SEU

A, æ u, o, ø k, g : A, æ f, vt, ð, d, Tyr : þ, th a u, o, ø r u, o, ø i, e : m u, o, ø þ, th u, o, ø r : s i, e n A, æ : s A, æ

AUK AFT THAURUI MUTHUR SINA, SA
OG EFTER THYRA MODER SIN, DEN
E EM HONRA DE THYRA MÃE SUA, O

h A, æ r A, æ l t, ð, d, Tyr r : i, e A, æ s : s aR : u, o, ø A, æ n : t, ð, d, Tyr A, æ n m A, æ u, o, ø r k, g

HARALTR IAS SAR UAN TANMAURK
HARALD SOM SIG VANDT DANMARK
HAROLDO QUE PARA SI CONQUISTOU A DINAMARCA

A, æ l A, æ : A, æ u, o, ø k, g : n u, o, ø r u, o, ø i, e A, æ k, g

ALA AUK NURUIAK
AL OG NORGE
TODA E A NORUEGA

A, æ u, o, ø k, g :t, ð, d, Tyr A, æ n i, e : k, g A, æ r þ, th i, e : k, g r i, e s t, ð, d, Tyr n a

AUK TANI KARTHI KRISTNA
OG DANERNE GJORDE KRISTNE
E OS DINAMARQUESES FEZ CRISTÃOS
Inscrições na pedra grande

Esta pedra é muitas vezes considerada a certidão de nascimento da Dinamarca.

A pedra pequena de Jelling[editar | editar código-fonte]

Ao lado da pedra grande, encontra-se a pedra pequena de Jelling, erigida por Gormo, o Velho, por volta de 955.

Na inscrição, lê-se:

kurmr kunukr karthi kubl thusi aft thurui kunu sina tanmakar but
Gorm konge gjorde kumler disse efter Thyra kone sin danmarks bod
Gorm rei fez erguer esta em honra de Thyra esposa sua da Dinamarca homenagem
Frente da pedra pequena
Costas da pedra pequena

É a referência mais antiga ao nome Dinamarca, dentro das suas fronteiras. O nome aparece 75 anos antes, em referências de outros países.

O significado das últimas palavras "danmarks bod" é incerto, não se sabendo exactamente se se referem a Gormo ou a Thyra.

A pedra deve ter sido colocada originalmente entre os montes onde se encontram as sepulturas de Gorm e Thyra, mas existem referências do século XVII que a colocam já junto a porta da igreja, onde agora se encontra.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outras mídias sobre Pedras de Jelling