Pedro Armendáriz

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pedro Armendáriz
Nascimento 9 de maio de 1912
Cidade do México, México
Morte 18 de junho de 1963 (51 anos)
Los Angeles, Estados Unidos
Nacionalidade México mexicano
Principais trabalhos

Pedro Gregorio Armendáriz Hastings (Cidade do México, 9 de maio de 1912 - Los Angeles, 18 de junho de 1963) foi um engenheiro e ator mexicano.

Na infância, Armendariz viveu com a família no Texas e na Califórnia, onde se graduou em engenharia na California Polytechnic State University. Depois dos estudos voltou ao México e começou a trabalhar como ator aos 22 anos, descoberto por um direto de cinema local, depois de trabalhar na companhia ferroviária mexicana (Ferrocarriles Nacionales), como guia de turismo e fazer sucesso com o público feminino.[1]

Armendáriz atuou no cinema mexicano, em Hollywood e na Europa. Seus principais filmes internacionais foram O Céu Mandou Alguém e Sangue de Heróis, de John Ford, com John Wayne, We Were Strangers, com Jennifer Jones, e Moscou contra 007, no papel de Ali Kerim Bey, um aliado de 007, seu último filme e que não chegou a ver estrear.

Morte[editar | editar código-fonte]

Armendáriz participou do filme The Conqueror, em 1954, produzido por Howard Hughes, com John Wayne como ator principal. O filme foi realizado no estado de Utah, numa época em que o governo norte-americano fazia testes nucleares próximo da região das filmagens, no estado vizinho de Nebraska. 91 das 220 pessoas envolvidas no filme contraíram câncer num período de 25 anos após as filmagens e 46 morreram em consequência da doença, incluindo John Wayne.[2]

Armendáriz começou a sofrer dores em seu quadril com o tempo e anos depois foi diagnosticado com a doença nesta região. Morando em Los Angeles, ele soube de sua condição de doente terminal no UCLA Medical Center, onde estava internado, depois de filmar parte de seu personagem em Moscou contra 007, que não conseguir terminar e foi substituído em algumas cenas por um dublê, pelo diretor Terence Young.[3] Ele atuou no segundo filme de James Bond sofrendo grandes dores - ele visivelmente manca em algumas cenas - para conseguir recursos financeiros para sua família após sua morte anunciada.[4]

Em 18 de junho de 1963, antes da estréia do filme, que tem uma dedicatória a ele em seu final, ao invés de esperar a morte definhando sob fortes sedativos, Armendáriz matou-se com um tiro na cabeça, com uma pistola que tinha carregado escondido para o hospital.[5]

Referências

  1. Estrellas del cine mexicano
  2. Roberts, Randy; Olson, James Stuart. In: Randy. John Wayne: American. [S.l.]: Simon and Schuster, 1995. p. 412. ISBN 9780029238370 Página visitada em August 30, 2009.
  3. bondmovies/allies
  4. "Inside From Russia with Love: An Original Documentary" (17 min, 20 s no video)
  5. Pedro Armendáriz:Biography