Pepsina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A pepsina é uma enzima digestiva que é produzida pelas paredes do estômago, sendo secretada pelo suco gástrico, e tem como função desdobrar as proteínas em péptidos mais simples (aminoácidos).[1]

Ela só reage em meio ácido. Por isso, o estômago também produz ácido clorídrico (HCl). Quando em contato com o ácido clorídrico, o pepsinogênio (enzima "inativa" que está presente no suco gástrico) transforma-se na pepsina, que é "ativa".

A pepsina atua sobre proteínas no processo de quimificação, dando origem ao quimo.

Precursor[editar | editar código-fonte]

Secretado junto com o suco gástrico, pela mucosa estomacal, o pepsinogênio é transformado em pepsina (enzima na forma ativa) pela ação do meio ácido (pH~2) do estômago,[1] em virtude do HCl (ácido clorídrico) também presente no suco estomacal.

Referências

  1. a b pepsina (em português) Porto Editora. Infopédia. Página visitada em 21 de maio de 2013.