Pero de Ataíde

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Pero de Ataíde
Nascimento ca. 1450
Morte 1504 (54 anos)
Ilha de Moçambique

D. Pero de Ataíde (ou de Taíde) (PortugalMoçambique, 1503)[1] foi um navegador descrito pelo cronista Gaspar Correia como um "fidalgo mui honrado, virtuoso de condições".

Biografia[editar | editar código-fonte]

D. Pero de Ataíde nasceu provavelmente no último quartel do século XV, num ramo bastardo da poderosa família dos Ataídes. Era filho natural de D. Pedro de Ataíde, Abade de Penalva, o qual era filho bastardo de D. Álvaro Gonçalves de Ataíde, 1.º Conde de Atouguia.[2] Era irmão doutro navegador, D. Vasco de Ataíde.

Integrou a armada de Pedro Álvares Cabral, sendo dos poucos comandantes dos quais se sabe o nome do navio - o São Pedro seria um navio pequeno de 70 toneladas que, no entanto, protagonizou episódio durante a estada na Índia. Conta-se que o Samorim de Calecute costumava apoderar-se do que não lhe permitiam comprar. Estando Cabral e seus comandados em Calicute, pediu-lhes - como algo muito difícil - aprisionar uma nau que transportava cinco elefantes, pelos quais havia oferecido bom preço, sem sucesso. Cabral encarregou Pero de Ataíde da missão. No confronto com a nau dos elefantes, tripulada por mais de 300 homens armados com flechas, levou a sua tripulação de 60 ou 70 homens muitíssimo bem armados. Bastaram alguns tiros e o inimigo rendeu-se.

Em 1502 voltou com D. Vasco da Gama à Índia, onde permaneceu até 1503, tendo-se perdido no regresso. Salvo com alguns tripulantes, foi para Moçambique, onde morreu.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Castello Branco, Theresa M. Na rota da pimenta.1ª Edição. Lisboa: Editorial Presença, 2006
  • Felgueiras Gayo, Manuel J. Nobiliário de Famílias de Portugal. Vol. I (Tomos I, II e III). 3ª edição. Braga: Carvalhos de Basto, 1992
  • Castello Branco, Carlos Heitor. Gloriosa e trágica viagem de Cabral ao Brasil e à Índia. São Paulo: Ed. do Escritor, 1974

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Carlos Heitor Castello Branco, Gloriosa e trágica viagem de Cabral ao Brasil e à Índia, página 37.
  2. Antropónimos, Pedro de Ataíde. Visitado em 13 de Janeiro de 2015.
Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este sobre História de Portugal é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.