Pirajuba

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Município de Pirajuba
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 12 de dezembro
Fundação 12 de dezembro de 1954
Gentílico pirajubense
Prefeito(a) Rui Gomes Nogueira Ramos
(2013–2016)
Localização
Localização de Pirajuba
Localização de Pirajuba em Minas Gerais
Pirajuba está localizado em: Brasil
Pirajuba
Localização de Pirajuba no Brasil
19° 54' 25" S 48° 42' 03" O19° 54' 25" S 48° 42' 03" O
Unidade federativa  Minas Gerais
Mesorregião Triângulo Mineiro/Alto Paranaíba IBGE/2008 [1]
Microrregião Frutal IBGE/2008 [1]
Municípios limítrofes Conceição das Alagoas, Frutal, Planura e Campo Florido
Distância até a capital 567 Km km
Características geográficas
Área 331,793 km² [2]
População 4 664 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 14,06 hab./km²
Altitude 534 m
Clima Tropical
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,786 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 126 594,781 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 32 130,66 IBGE/2008[5]
Página oficial

Pirajuba é um município do estado de Minas Gerais, no Brasil. Sua população estimada em 2004 era de 2 551 habitantes.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Pirajuba" é um termo de origem tupi que significa "peixe amarelo", através da junção dos termos pirá ("peixe") e îub ("amarelo")[6] .

História[editar | editar código-fonte]

O município teve origem no primitivo povoado fundado por sertanistas que, por volta de 1830, chegaram à região atraídos pela qualidade das pastagens, adequadas à criação de gado. Em terras doadas pelas irmãs Bárbara e Esídia Rodrigues, foi erguida a primeira capela, consagrada a Nossa Senhora da Abadia. Em torno da capela, cresceu o povoado de Buritis, mais tarde denominado Dourados. Em 1938, já com o nome de Pirajuba, foi integrado ao município de Conceição das Alagoas. A emancipação data de 1953.

Atrações Turísticas[editar | editar código-fonte]

Como atrações turísticas, Pirajuba oferece o Horto do Douradinho, área arborizada às margens do Rio Dourados, apropriada para camping, pescaria e natação.

No mês de Julho, na praça da matriz, desde 1907, comemora-se a festa da padroeira com leilões das famosas "bandeijadas" e apresentações das tradicionais bandas de músicas.

Em Setembro, já faz parte do calendário a tradicional Festa do Peão de Boiadeiro com grandes apresentações de duplas sertanejas e grupos de renome nacional.

Referências

  1. a b Divisão Territorial do Brasil Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (1 de julho de 2008). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  2. IBGE (10 out. 2002). Área territorial oficial Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Página visitada em 5 dez. 2010.
  3. Censo Populacional 2010 Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) (29 de novembro de 2010). Página visitada em 11 de dezembro de 2010.
  4. Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) (2000). Página visitada em 11 de outubro de 2008.
  5. a b Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008 Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Página visitada em 11 dez. 2010.
  6. http://www.fflch.usp.br/dlcv/tupi/vocabulario.htm
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.