Proconsul

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página ou secção foi marcada para revisão, devido a inconsistências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a consistência e o rigor deste artigo. Considere utilizar {{revisão-sobre}} para associar este artigo com um WikiProjeto e colocar uma explicação mais detalhada na discussão.
Como ler uma caixa taxonómicaProconsul
Ocorrência: Mioceno
ProconsulZICA.png

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Superfamília: Proconsuloidea
Família: Proconsulidae
Subfamília: Proconsulinae
Género: Proconsul
Espécies
Proconsul africanus

Proconsul nyanzae
Proconsul major
Proconsul heseloni

Proconsul é um gênero de primatas fósseis que viveram no Mioceno africano1 , até 18 a 14 milhões de anos. Foram classificadas quatro espécies de procônsules. O principal depósito do Proconsul é o de Rusinga, Quênia. Com os numerosos fragmentos encontrados na África Oriental tem-se podido reconstituir-se esqueletos quase inteiros. Estima-se que seu peso corporal fosse de 10 a 40 kg. Seu habitat seria o de florestas tropicais.

É considerado um antropoide muito primitivo. Em sua época já apresentavam traços dos símios como a ausência de cauda, mas ainda conservavam alguns dos macacos. Por exemplo, tinham uma coluna flexível e um tórax estreito, como os macacos, ainda que também tenham uma ampla mobilidade nos quadris e dedo polegar, como símios e homens. Há debate sobre a determinação de seu comportamento, parte arborícola e parte terrestre (quadrúpede). Apresenta um dimorfismo sexual muito marcante e volume cerebral levemente grande em relação ao corpo, comparada a outros primatas. Como sua arcada dentária apresenta caninos grandes e molares pequenos, se crê que sua dieta era frugívora.

Espécies[editar | editar código-fonte]

  • Proconsul africanus Hopwood, 1933
  • Proconsul nyanzae Le Gros Clark & Leakey, 1950
  • Proconsul major Le Gros Clark & Leakey, 1950
  • Proconsul heseloni Mary Leakey, 1948

Descoberta e classificação[editar | editar código-fonte]

Crânio de Proconsul heseloni.

O primeiro espécime, uma mandíbula parcial descoberta em 1909 por um propector de ouro em Koru, no oeste do Quênia, era também o mais antigo fóssil nominóide conhecido até recentemente, e o primeiro fóssil de mamífero encontrado na África sub-Sahariana. O nome, Proconsul, foi atribuído por Arthur Hopwood em 19332 e significa "antes de Consul." Naquela época, o termo Consul era usado como um nome em circo para os chimpanzés. O Folies Bergère de 1903 em Paris tinha um chimpanzé chamado Consul, posteriormente doado ao Belle Vue Zoo de Manchester, Inglaterra, em 1894. Com sua morte neste ano Ben Brierley escreveu um poema comemorativo homenageando o "elo perdido" entre chimpánzés e homens.

Hopwood em 1931 tinha descoberto os fósseis de três indivíduos enquanto expedicionando com Louis Leakey nas proximidades do Lago Victoria. O Consul que ele selecionou usar como nome não foi qualquer um dos mencionados acima, mas outro localizado no London Zoo. Consul é usado ao estilo de Linnaeus simbolizando os chimpanzés. Proconsul é consequentemente "ancestral do chimpanzé" nas palavras de Hopwood. Ele também acrescentou africanus como nome da espécie. E foi o único conhecido neste período.

Outros fósseis descobertos depois foram inicialmente classificados como africanus e subsequentemente reclassificados; isto é, o conjunto total de fósseis originalmente considerados africanus foi "dividida" e os fragmentos "fundidos" com outros encontrados para criar novas espécies. Por exemplo, o famoso achado de Mary Leakey de 1948 começou como africanus e foi dividido de maneira a ser fundido com o achado de Thomas Whitworth de 1951 como heseloni por Alan Walker em 1993. Este processo criou alguma confusão para o público, o qual entendeu que africanus havia se tornado heseloni. Os achados de Koru e Songhor foram aina considerados africanus. Quatro espécies são ainda definidas mesmo que muitos fósseis tenham saltado espécies.

A família dos Proconsulidae foi primeiramente proposta por Louis Leakey em 1962, onze anos após ele e Wilfrid Le Gros Clark terem definido africanus, nyanzae e major. Não foi imediatamente aceita mas ultimamente prevaleceu.

A história da classificação hominóide na segunda metade do século XX é suficientemente complexa para garantir alguns livros por si mesma. A maioria dos palaeoantropologistas tem mudado seus conceitos para estas últimas afirmações a medida que novos fósseis têm sido trazidos à luz e novas observações são feitas, e irão provavelmente continuar a ser. As classificações encontradas na literatura de uma década não são geralmente as mesmas de outra.3 Por exemplo, em 1987 Peter Andrews e Lawrence Martin, palaeontólogos de renome, tomaram o ponto de vista que Proconsul não é um Hominoidea, mas é um táxon irmão a ele.4

Crânio de Proconsul africanus.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Proconsul africanus - cacajao.tripod.com
  2. Virginia Morell, Ancestral Passions, Copyright 1995
  3. Uma recapitulação das mudanças na classificação de fósseis algum dia chamados Proconsul pode ser encontrada em Seven Decades of East African Miocene Anthropoid Studies, by Russel H. Tuttle, in Human Origins and Environmental Backgrounds, Springer, 2006, ISBN 0387296387. Much of the section is to be found as an online review at Google Books.
  4. Cladistic relationships of extant and fossil hominoids, abstract of article in Journal of Human Evolution Volume 16, Issue 1 , January 1987, Pages 101-118. Eles também acreditam que humanos e macacos africanos formam clados distintos.
  • Alan Walker, Pat Shipman, The APE in the TREE: An Intellectual & Natural History of Proconsul, The BELKNAP PRESS of HARVARD UNIVERSITY PRESS, Cambridge, Massachusetts, London, England, 2005, ISBN 0-674-01675-0. Uma prévia com excerto é apresentada em sítio da Harvard University Press (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Primatas pré-históricos, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.