Psico-história (ficção)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Psico-história, uma ciência fictícia presente no universo da Fundação de Isaac Asimov , mescla história, sociologia, e matemática estatística para prever com exatidão as ações coletivas de populações muito grandes, como a do Império Galáctico.[1]

Axiomas[editar | editar código-fonte]

A Psico-história baseia-se na ideia de que, enquanto as ações de um indivíduo em particular não podem ser previstas, as leis da estatística aplicadas em grandes populações poderiam prever eventos futuros.[2] Asimov usou a analogia de um gás: um observador possui grande dificuldade em prever o movimento de uma única molécula de gás, mas pode prever o comportamento de massa do gás com alta precisão. Físicos chamam isto de Teoria Cinética. Asimov aplicou esse conceito à população de seu Império Galáctico ficcional, com população estimada em quintilhões. O personagem responsável pela criação dessa ciência, Hari Seldon, estabeleceu dois axiomas:

  • a população cujo comportamento será modelado deve ser suficientemente grande
  • a população em questão deve permanecer ignorante dos resultados da análise da psico-história
  • Há um terceiro axioma subentendido na Psico-história, que é trivial e não foi declarado por Seldon em seu plano: os seres humanos são os únicos com inteligência na Galáxia.

Psico-história no mundo real[editar | editar código-fonte]

De acordo com David Brin, autor do livro Foundation's Triumph, ambientado no cenário do Império Galático de Asimov, os planos do Department of Defense dos Estados Unidos, e da União Europeia, de construírem computadores para analisar textos, incluindo blogues e twits, e fazer previsões do futuro, é uma tentativa de construir um tipo de psico-história no mundo real.[3]

Referências

  1. Dicionário Informal. Psico-história. Visitado em 19 de março de 2013.
  2. Newt Gingrich, citado por David Brin, Contrary Brin, 2011-12-10, Gingrich, Asimov, and the "Flash" Computer-Trading Monster! [em linha], XXX = blogspot
  3. David Brin, Contrary Brin, 2013-01-17, Inventing Hari Seldon's psychohistory - and other science marvels [em linha], XXX = blogspot

Ver também[editar | editar código-fonte]