Síndrome da unha amarela

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Síndrome da unha amarela
Síndrome da unha amarela: Este paciente teve uma história de linfedema severo de 20 anos em suas pernas; espesso, cristado, amarelado, miniaturas hipercurvadas (acima à direita); afetada de modo semelhante, unhas do dedo do pé amarelas-verdes à marrons (abaixo à direita); e efusões pleurais quilosas e bilaterais. Uma amostra de seu fluido pleural quiloso é mostrado à esquerda da radiografia.
Classificação e recursos externos
CID-10 L60.5
OMIM 153300
MedlinePlus 003247
Star of life caution.svg Aviso médico

A Síndrome da unha amarela (também conhecida como "Linfedema primário associado com unhas amarelas e efusão pleural"[1] :849) é uma síndrome médica muito rara que inclui efusão pleural, linfoedema e unhas amarelas distrófica. Aproximadamente 40% dos portadores terão também bronquiectasia. É também associada à sinusite crônica e à tosse persistente. Habitualmente afeta adultos.[2] [3] :665

O tratamento normal para o inchaço e quaisquer problemas respiratórios é conveniente. A suplementação nutricional com vitamina E em alguns estudos têm mostrado ser efetiva em controlar mudanças na unha.[2]

Reafirmando, a síndrome da unha amarela é caracterizada por um espessamento acentuado das unhas e sua descoloração, que vai do amarelo para o amarelo-verde, frequentemente associada com uma doença sistêmica, mais frequentemente linfedema e respiração comprometida.[1] :792[4]

Embora a doença tenha um número OMIM, tem sido sugerido que esta possa não ter uma vinculação genética.[5]

Referências

  1. a b James, William D.; Berger, Timothy G.; et al.. Andrews' Diseases of the Skin: clinical Dermatology. [S.l.]: Saunders Elsevier, 2006. ISBN 0-7216-2921-0.
  2. a b Yellow nail syndrome. DermNet NZ accessdate=2008-03-19.
  3. Freedberg, et. al. (2003). Fitzpatrick's Dermatology in General Medicine. (6th ed.). McGraw-Hill. ISBN 0071380760.
  4. Rapini, Ronald P.; Bolognia, Jean L.; Jorizzo, Joseph L.. Dermatology: 2-Volume Set. St. Louis: Mosby, 2007. 1020 pp. ISBN 1-4160-2999-0.
  5. Hoque SR, Mansour S, Mortimer PS. (June 2007). "Yellow nail syndrome: not a genetic disorder? Eleven new cases and a review of the literature". Br. J. Dermatol. 156 (6): 1230–4. DOI:10.1111/j.1365-2133.2007.07894.x. PMID 17459037.
Ícone de esboço Este artigo sobre Saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.