Síndrome de morte súbita infantil

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Síndrome de morte súbita infantil
Classificação e recursos externos
CID-10 R95
CID-9 798
OMIM 272120
DiseasesDB 12633
eMedicine emerg/407
MeSH D013398
Star of life caution.svg Aviso médico

A síndrome de morte súbita infantil (SMSI), ou síndrome de morte súbita de lactantes (SMSL) é uma doença que costuma atingir bebês aparentemente saudáveis entre um mês e um ano de vida.[1]

Visão geral[editar | editar código-fonte]

Tipicamente, o bebê é encontrado morto logo após ter sido colocado no berço, sem aparentar sinais de que tenha sofrido ou agonizado antes de morrer.[2]

A SMSI é um diagnóstico de exclusão. Pode ser aplicado somente a bebês que tenham morrido súbita e inesperadamente, e permanece inexplicável após a execução de uma adequada investigação postmortem, incluindo:

  1. uma autópsia;
  2. investigação da cena e das circunstâncias da morte;
  3. investigação do histórico de doenças do bebê e da família.

Estima-se que a SMSI seja responsável por cerca de uma morte a cada 2.000 nascimentos nos Estados Unidos.

Referências

  1. Morte súbita. Visitado em 16 de julho de 2013.
  2. (em inglês) Página sobre SMSI no Canadá
Ícone de esboço Este artigo sobre Saúde é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.