Saimiri oerstedii oerstedii

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa


Como ler uma caixa taxonómicaSaimiri oerstedii oerstedii[1]
Taxocaixa sem imagem
Estado de conservação
Status iucn3.1 EN pt.svg
Em perigo (IUCN 3.1) [2]
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Família: Cebidae
Género: Saimiri
Espécie: S. oerstedii
Subespécie: S. o. oerstedii
Nome trinomial
Saimiri oerstedii oerstedii
Reinhardt, 1872

Saimiri oerstedii oerstedii é uma subespécie de Saimiri oerstedii. Sua distribuição é restrita a costa oeste do Panamá, na porção oeste da província de Chiriquí e sul da Costa Rica, sul de Rio Grande de Terraba, incluindo a Península de Osa. É a subespécie do macaco-de-cheiro centro-americano encontrado no Parque Nacional Corcovado na Costa Rica. Sua localidade tipo é David, Panamá, mas sua distribuição provavelmente não se estende a leste nessas proporções. [3]

S. o. oerstedii é laranja ou laranja-avermelhado com um capuz preto. Difere de Saimiri oerstedii citrinellus que ocorre no centro do litoral da Costa Rica e os membros são mais amarelados. Algumas autoridades também consideram o capuz dessa subespécie mais preto que de S. o. citrinellus, mas outros autores consideram esse caráter muito variável entre as subespécies.[3]

Adultos têm entre 26,6 e 29,1 cm de comprimento, excluindo a cauda, e pesam entre 600 e 950 g.[4] [5] A cauda é mais longa do qu o corpo, tendo entre 36,2 e 38,9 cm.[4]

S. o. oerstedii é um dos poucos táxons de macacos-de-cheiro que são objeto de estudos de longo prazo. A primatologista Sue Boinski é a principal estudiosa desses macacos.[5]

Essa subespécie tem sido listada como "em perigo", pela IUCN. É consistente com avaliações anteriores. Isso se deve à distribuição restrita a uma área de 4000 km² e à perda de habitat.[2] Um projeto de reflorestamento dentro do Panamá tenta preserva as populações da província de Chiriquí.[6]

Referências

  1. Groves, C.P.. In: Wilson, D.E.; Reeder, D.M. (eds.). Mammal Species of the World. 3. ed. Baltimore: Johns Hopkins University Press, 2005. Seção Order Primates. 138-139 pp. ISBN 978-0-8018-8221-0. OCLC 62265494.
  2. a b Cuarón, A.D., Morales, A., Shedden, A., Rodríguez-Luna, E. & de Grammont, P.C. (2008). Saimiri oerstedii oerstedii (em Inglês). IUCN 2012. Lista Vermelha de Espécies Ameaçadas da IUCN de 2012 Versão 2. Página visitada em 03 de maio de 2013.
  3. a b Rylands, Groves, Mittermeier, Cortes-Ortiz & Hines. In: Estrada, A.; Garber, P. A.; Pavelka, M.S.M.; Luecke, L.. New Perspectives in the Study of Mesoamerican Primates: Distribution, Ecology, Behavior and Conservation.. Nova Iorque: Springer, 2005. Capítulo Taxonomy and Distributions of Mesoamerican Primates. 29-79 pp. ISBN 978-0-387-25854-6.
  4. a b Emmons, L.. Neotropical Rainforest Mammals A Field Guide. Second Edition. ed. [S.l.: s.n.], 1997. 126–127 pp. ISBN 0-226-20721-8.
  5. a b Jack, K.. In: Campbell, C., Fuentes, A., MacKinnon, K., Panger, M., & Bearder, S.. Primates in Perspective. [S.l.: s.n.], 2007. Capítulo The Cebines. 107–120 pp. ISBN 978-0-19-517133-4.
  6. Saimiri Wildlife.