Shontelligence

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou se(c)ção não cita fontes fiáveis e independentes (desde maio de 2014). Por favor, adicione referências e insira-as no texto ou no rodapé, conforme o livro de estilo. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Shontelligence
Álbum de estúdio de Shontelle
Lançamento 18 de Novembro de 2008 (padrão)
10 de Março de 2009 (relançamento)
Gravação 2006 — 2008
Gênero(s) R&B, reggae, reggae fusion, hip hop
Duração 40:23
Gravadora(s) SRC Records/Motown Records
Produção Dwayne "Supa Dups" Chin-Quee, Produções De Soul Clássico, Andrew Frapton, Fredo, The Heavyweights, The Jam, Carl Sturken and Evan Rogers, Stargate, Wayne Wilkins.
Cronologia de Shontelle
Último
Último
No Gravity
(2011)
Próximo
Próximo

Shontelligence é o álbum de estréia da cantora de R&B barbadiana Shontelle. Foi lançado em 18 de novembro de 2008.[1] Porém, devido às baixas vendas, o álbum foi relançado, com o novo single "Stuck With Each Other" em 10 de março de 2009.

Antecedentes[editar | editar código-fonte]

Em uma entrevista com Pete Lewis, do premiado "Blues & Soul" em fevereiro de 2009, Shontelle contou como o título de seu primeiro álbum surgiu: "Estávamos na verdade saindo do estúdio, meio que esperando que as coisas borbulharem - você sabe, os caras lá tendem a ficar um bocado bobos às vezes com seu senso de humor. Então um cara, de alguma forma, veio com essa ideia brilhante - 'Ei Shontelle! Vamos jogar um jogo de palavras com seu nome hoje! Quem conseguir criar o máximo de palavras usando o seu nome vai ganhar um almoço grátis!'! Assim eles tiveram ideias como: "Shontel-evator","Shontel-evision","Shontel-icopter"... Então Al, meu coordenador, de repente, se virou e disse "isso é algo realmente Shontelligence!', E todos no estúdio se viraram imediatamente, ao mesmo tempo, e foi como " Esse deve ser o nome do seu álbum!'"[2]

Recepção comercial[editar | editar código-fonte]

Críticas profissionais
Avaliações da crítica
Fonte Avaliação
ARTISTdirect 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg [3]
The Guardian 3 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar empty.svgStar empty.svg [4]
LiveDaily 3.5 de 5 estrelas.Star full.svgStar full.svgStar half.svgStar empty.svg [5]
The New York Times (negative) [6]

Shontelligence foi lançado em 18 de novembro de 2008 e vendeu 1,000 cópias em seu primeiro dia de lançamento, chegando a vender em sua primeira semana 4.850 cópias. Estreou em #115 na Billboard 200.

O álbum chegou a vender 25 mil cópias em fevereiro de 2009 e devido às baixas vendas, a SRC optou por relançar o álbum 4 meses depois, em 10 de março de 2009, não vendendendo muito bem também.

Incorporando as vendas da versão original e da re-edição do álbum até julho de 2009, foram geristradas 50 mil cópias vendidas nos EUA e 10 mil cópias no Reino Unido.

Recepção da crítica[editar | editar código-fonte]

Ben Ratliffe do New York Times fez uma resenha mista e afirmou: Qualquer cantor pop que estiver nesta indústria, voluntariamente ou não, tem algo a dizer, mas se sente que a individualidade de Shontelle está sendo sufocada. As duas primeiras faixas, "T-Shirt" e "Battle Cry", ambas produzidas por Wayne Wilkins, são singles, e elas se destacam do resto do álbum. São canções agitadas, doces músicas R&B, uma sobre a solidariedade da luxúria, outra sobre a solidariedade da amizade.

Depois disso - em grande parte das canções produzidas por Mr. Sturken e Mr. Rogers - as coisas vão caindo drasticamente. Há bastante violão e Grooves Reggae que distinguem Shontelligenceda maioria das gravações R&B, mas isso não importa; Esta é uma gravação na qual uma canção chamada "Ghetto Lullabye", inevitavelmente rima seu título com a linha ''Hush now, Shorty, Don't you cry, Uma identidade em potencial de Shontelle que praticamente se ergue em "Plastic Peoples", sobre a conformidade política, mas é em vão: perfumada com Des'ree's You Gotta Be, é uma música que se afoga na conformidade sonora.[7]

Alex Macpherson do The Guardian deu ao álbum a mista 3/5 estrelas, declarando que: O primeiro single do álbum foi horrível e ela preferiu Rihanna a Shontelle, e a rotularam como "Hitmaker Presunçosa", citando "a letra branda" de "T-Shirt" como sendo comparável a qualquer canção R&B.[8] , Entretanto, a revisão do The Guardian do álbum foi muito mais positiva, citando a artista como "compositora atenciosa e com uma presença vocal discreta", compararando-a com Ne-Yo.[4]

David Balls do Digital Spy deu ao álbum uma mista 3/5 estrelas: Elaborado por uma equipe de hitmakers estabelecidos, incluindo Stargate, Evan Rogers e Carl Sturken, Shontelligence certamente tem potencial para mudar unidades em uma época de R&Bs descartáveis ​. Mas, considerando o passado Bem-sucedido de Shontelle, É decepcionante que um monte de momentos brilhantes foram desativados por uma enxurrada de mediocridade. Mesmo assim, com sua forte ambição e determinação clara de sucesso, você não apostaria contra que o melhor dela ainda está por vir.

Singles[editar | editar código-fonte]

  • "T-Shirt" foi lançada como o primeiro single do álbum em 15 de julho de 2008. Ela chegou a alcançar a 30ª posição na Billboard Hot 100, dando a Shontelle seu primeiro hit Top 40. Ela Também foi lançada no Reino Unido em 23 de fevereiro de 2009, sendo mais bem sucedida lá porque atingiu a 6ª posição na UK chart]]. Também foi listada na "Radio 1's playlist" e recebeu forte rotação nos canais de música. A canção atingiu a 1ª posição dentro do Top 50 do Canadá e na Irlanda também.
  • "Stuck with Each Other" (featuring Akon) foi lançada como segundo single do álbum em 10 de fevereiro de 2009. A canção foi uma faixa bônus do relançamento do álbum e também foi destaque na trilha sonora do filme Confessions of a Shopaholic', a partir da qual foi lançada como um single promocional. Foi lançada apenas em formato de download digital no Reino Unido em 25 de maio de 2009, conseguindo chegar a 23ª posição lá. A Música também chegou a alcançar a 50ª posição na Irlanda e a 64ª posição na Billboard Pop 100, mesmo sem ter recebido nenhuma promoção ou airplay. Porém, o single falhou, ficando de fora da Billboard Hot 100.
  • "Battle Cry" foi lançada como o terceiro e último single do álbum em 09 junho de 2009. Antes, foi lançada em 21 de outubro de 2008, na copilação "Yes We Can: Voices of a Grassroots Movement", em apoio a [[Barack [Obama]]. A música também falhou na Billboard Hot 100. "Battle Cry" também foi lançada no Reino Unido como o terceiro single em 10 de agosto de 2009[9] ,atingindo a 61ª posição lá e sem promoção.

Outras Músicas[editar | editar código-fonte]

  • "Roll It" foi uma canção escrita por Sheldon Benjamin e Shontelle para Alison Hinds, sendo originalmente intitulada "Roll It Gal". Tornou-se uma enorme sucesso em muitos países do Caribe. Posteriormente, a canção foi relançada em algumas regiões da Europa sob o título "Roll It" sendo performada por J-Status e Rihanna com backing vocals de Shontelle. Foi mais bem sucedido na Finlândia, atingindo a 8ª posição na Finland Singles Chart. Shontelle incluiu a canção em seu primeiro álbum com os vocais cantados apenas por ela.
  • "Superwoman" foi anunciada como o quarto single do álbum devido ao lançamento de um CD de remixes em Setembro de 2009 no Reino Unido, mas Shontelle declarou que não seria lançada como single oficialmente.[10]

Alinhamento de Faixas[editar | editar código-fonte]

# Título Compositor(s) Duração
1. "T-Shirt" Andrew Frampton, Wayne Wilkins, Savan Kotecha 3:54
2. "Battle Cry" Jamal Jones, Jack Kugell, Wilkins, Jason Pennock, Jordan Omley 3:33
3. "Superwoman" Amanda Ghost, Tor Erik Hermansen, Mikkel S. Eriksen, Ian Dench 4:20
4. "Cold Cold Summer" Shontelle Layne, Carl Sturken, Evan Rogers 3:44
5. "Roll It" Layne, Sheldon Benjamin 3:31
6. "Life Is Not an Easy Road" Layne, Dwayne Chin Quee, Mitchum Chin 3:45
7. "Focus Pon Me" Layne, Eliseus Joseph 3:07
8. "Plastic People" Layne, Sturken, Rogers 4:00
9. "I Crave You" Layne, Sturken, Rogers 3:57
10. "Ghetto Lullaby" Frederik Odesjo, Layne, Rogers, Sturken 3:06
11. "Flesh and Bone" Layne, Sturken, Rogers 3:31
Bonus tracks
Título Compositor(s) Duração
"Naughty" (ft. Beenie Man) (Faixa Bônus Do Reino Unido) Troyton Rami/Xavier Cordover 3:21
"Stuck with Each Other" (Faixa Bônus Do Re-lançamento)1 Diane Warren 3:20
"Blaze It Up" (ft. Collie Buddz) (Faixa Bônus Dos E.U.A iTunes)2 S Layne/K. Holland/C. Harper 3:53

Desempenho nas paradas musicais[editar | editar código-fonte]

Parada musical Melhor
posição
UK Albums Chart 147
U.S. Billboard 200[11] 115
U.S. Billboard Top R&B Hip/Hop Albums[12] 24

Referências