Sistema de Balizagem Marítima

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Desde do início da navegação maritíma que se sentiu a necessidade de assinalar perigos, entradas de barras e portos, etc. Até ao século XIX estas marcas não eram sistematizadas, e variavam bastante de país para país, e mesmo dentro do mesmo país de porto para porto.

A sistematização da balizagem foi distrubuído pelo mundo desde as nações europeias para as suas colónias, com a excepção dos Estados Unidos que desenvolveram o seu próprio sistema. Esta situação, a existência de vários sistemas, causava vários problemas à navegação, e eram frequentes as situações em que mesmo os marinheiros mais experiêntes se enganavam.

Para obviar esta situação, a Associação Internacional de Sinalização Marítima (International Association of Marine Aids to Navigation and Lighthouse Authority IALA), produziu um projecto de balizagem universal, que foi adoptado na reunião de Tóquio em 1980.

O Sistema de Balizagem Marítima - IALA divide o mundo em duas áreas (A e B), harmonizando a informações contidas nas bóias, e como esta deve ser lida:

Segundo o Sistema de Balizagem Marítima - IALA, a região B engloba a totalidade da América, o Japão, Coreia e as Filipinas, enquanto o resto do mundo pertence à região A.

A diferença maior entre as duas regiões é na leitura das marcas laterais, conforme se pode ver nos desenhos abaixo.

Região ALateral system a mark.PNG (A embarcação tem de dar bombordo à marca/luz encarnada)

Região BLateral system b mark.PNG (A embarcação tem de dar bombordo à marca/luz verde)

NOTA: o espaço entre as bóias corresponde ao sentido convencional de balizamento, ou seja, as marcas estão colocadas como se estivessemos a entrar num canal.

Referências

Fontes[editar | editar código-fonte]

  • Navegação - Náutica de Recreio, Henrique Pereira Coutinho, Xis e Êrre Estúdio Gráfico, Lda, Fevereiro de 2004 (ISBN 972-98711-1-6)
  • Sistema de Balizagem Marítima, Instituto Hidrográfico, Portugal

Ligações externas[editar | editar código-fonte]