Somerled

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Somerled (Nórdico antigo: Sumarliði, gaélico escocês: Somhairle, comumente anglicizada do gaélico como Sorley) foi um líder político e militar das ilhas escocesas no século 12, sendo conhecido em gaélico como ri Innse Gall ("Rei das Hébridas"). Seu pai foi Gillebride, de nobre ascendência gaélica e também nórdica. O nome Somerled, muito comum entre os vikings, significa viajante do verão e é uma kenning (figura de linguagem) para viking.1

Somerled apareceu primeiro em crônicas históricas no ano de 1140 como regulus, ou rei, de Kintyre quando desposou Raghnailt, a filha de Olaf I da Ilha de Man, Rei de Man e das Ilhas. No ano de 1153 ocorreu a morte de dois reis: David I da Escócia e Olaf de Man, o que provocou muita confusão e discórdia, e Somerled aproveita a chance: faz ofensivas contra a Escócia e contra Man e as Ilhas (estas últimas, que haviam sido herdadas por seu cunhado Goraidh).

Os pormenores históricos não são muito claros, mas os historiadores acreditam que os seguintes eventos são prováveis: Em 1156 Goraidh foi vencido numa batalha contra 80 navios da frota de Somerled e os inimigos repartiram as ilhas entre eles. Goraidh ficou com as ilhas do norte de Ardnamurchan e Somerled ficou com o restante. No entanto, dois anos depois Somerled retornou para a Ilha de Man com 53 navios de guerra. Ele derrotou Goraidh novamente e desta vez o forçou a refugiar-se na Noruega. O reino de Somerled se estendia agora desde a Ilha de Man até a extremidade nordeste da Ilha de Lewis.

Assim, vikings e escoceses formaram um povo sob um único senhor e começaram a compartilhar uma única cultura e uma única forma de viver, e viriam a se tornar uma poderosa e notável raça conhecida como Gall-Gaidheal, literalmente 'celtas-estrangeiros'. Foi sobre o mar que ficou situado seu poder, mas iriam surgir novos inimigos. Os Stuarts fizeram incursões na costa oeste e afinal Somerled reuniu um exército considerável para expulsá-los. Ele avançou para o centro do território dos Stuarts, em Renfrew, onde uma grande batalha ocorreu em 1164. Não há muitos detalhes disponíveis sobre como ocorreu a batalha ou se realmente ocorreu, mas é certo que Somerled foi assassinado depois que seu exército se retirou do local.

Após a morte de Somerled, diversos senhores poderosos emergiram de dentro de seu reino. O senhorio foi disputado por duas famílias principais: a dos descendentes de Somerled e a dos descendentes de Goraidh. Durante os séculos 12 e 13, o mundo escandinavo viu muita mudança em métodos de governo e administração, resultando no surgimento de reinos unificados como a Dinamarca e a Noruega, fortemente centralizados. No entanto, o mesmo não ocorreu no Reino das Ilhas, que foi em vez disso absorvido por outro maior, o Reino da Escócia, embora o seu lugar no Estado permaneceria periférico, e a lealdade de seus habitantes ao rei da Escócia permaneceria temperamental pelos séculos seguintes.

Descendência[editar | editar código-fonte]

Em 2005, um estudo inédito do professor Bryan Sykes da Universidade de Oxford levou-o a concluir que Somerled tem possivelmente 500.000 descendentes vivos, o que o torna o segundo ancestral mais comum de toda a humanidade, depois apenas de Genghis Khan. A pesquisa de Sykes concluiu que Somerled foi um membro do Haplogrupo R1a (Y-DNA), às vezes considerado a marca da descendência viking nos homens com ascendência britânica ou escocesa. 2 3 4 O trabalho de Sykes ainda não foi revisado.

Somerled foi primeira vez casado com uma mulher, cujo nome se desconhece. Tiveram:

  • Somerled (Somhairle Óg mac Somhairle)
  • Gillecallum mac Somhairle, nascido a cerca de 1135, morto na Batalha de Renfrew em 1164

Ele também foi pai de:

  • Gillies mac Somhairle
  • Gall mac Somhairle

Casou-se segunda vez por volta do ano 1140 com Raghnailt Olafsdottir, filha de Olaf I Godredsson, Rei de Man e das Ilhas e de Ingeborg Haakonsdottir (esta filha de Haakon Paulsson, conde de Orkney). Seus filhos foram:

  • Dougall (Dubgall mac Somhairle) (c. 1145 - c. 1192), que herdou Lorne, Mull e Jura
  • Ranald (Raghnall mac Somhairle) (c. 1148 - 1207), senhor das Ilhas
  • Angus (Aonghas mac Somhairle) (c. 1150 - 1210), senhor de Bute e Arran
  • Olav mac Somhairle
  • Beatrix (Bethag nic Somhairle).

Referências[editar | editar código-fonte]

  • MacDonald, R. Andrew The Kingdom of the Isles: Scotland's Western Seaboard c.1100–c.1336 (Tuckwell Press, 1997) ISBN 1-898410-85-2
  • MacPhee, Kathleen Somerled:Hammer of the Norse (NWP, 2004) ISBN 1-903238-24-2
  • Murray, W.H. (1973) The Islands of Western Scotland. London. Eyre Methuen.
  • Stiùbhart, Domhnall Uilleam Rìoghachd nan Eilean (Clò Hallaig, 2005) ISBN 0-9549914-0-0
  • Williams, Ronald The Lords of the Isles (Chatto & Windus, 1997) ISBN 1-899863-17-6

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. Murray (1973) p.168.
  2. "DNA shows Celtic hero Somerled's Viking roots", Scotsman, 2005-04-26.
  3. [1]
  4. [2]