Strikeforce

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Strikeforce
StrikeforceLogo.JPG
Tipo Privada
Fundação 1985 (Kickboxing), 2006 (MMA)
Fundador(es) Scott Coker
Sede San Jose, Califórnia, Estados Unidos
Proprietário(s) Zuffa, LLC
Sucessora(s) Ultimate Fighting Championship
Página oficial Strikeforce.com
Dissolvida 12 de janeiro de 2013

Strikeforce foi uma organização norte-americana de artes marciais mistas (MMA) e kickboxing com sede em San José, California. No Brasil não é transmitido ao vivo, só reprises pelo canal pago Space. A transmissão fica a cargo do apresentador Leo Rossi e dos comentaristas Washington Poppi e Diego Spigolon.

História[editar | editar código-fonte]

Strikeforce foi fundado em 1985 como uma organização de kickboxing. Em 10 de março de 2006, foi realizado como evento de MMA pela primeira vez, no Strikeforce: Shamrock vs. Gracie, no HP Pavilion em São José. Foi o primeiro evento regulamentado de MMA na Califórnia e quebrou o recorde anterior de maior público em um evento de MMA nos Estados Unidos, anteriormente do UFC 57, com seus 18 265 presentes. O recorde foi quebrado pelo UFC 68 e K-1 Dynamite HERO'S! E.U.A., porém o Strikeforce: Shamrock vs. Gracie manteve o recorde de público pago com 17 465.

No dia 12 de março de 2011, os organizadores do UFC anunciaram, através de Dana White, a compra da franquia concorrente. A operação resulta no encerramento da concorrência entre as duas franquias, garantindo o controle e monopólio mundial dos eventos de MMA para a Zuffa, detentora da marca UFC.

Apesar de rumores e expectativa do processo de fusão, Dana White anunciou que o Strikeforce continuará realizando seus eventos de forma independente, não existindo então previsão para lutas conjuntas, visto que ainda existem contratos comerciais em vigor que impedem mudanças radicais, no momento. O último evento da história do Strikeforce aconteceu na noite de sábado,12/01/2013 em Oklahoma (EUA), com um cinturão mudando de dono. A expectativa dos organizadores era ter nada menos que três combates valendo título, mas as lesões de Gilbert Melendez (campeão dos leves) e Luke Rockhold (médios) fizeram com que a única luta do tipo fosse entre Nate Marquardt (meio-médios) e o desafiante Tarec Saffiedine, que desbancou o campeão por decisão unânime dos juízes (48-47, 49-46 e 49-46)[1] .

Após o último evento foi divulgada a lista de atlétas que migrariam para o UFC (sendo que no final de 2011 muitos lutadores já haviam sido transferidos, como por exemplo Dan Henderson, Nick Diaz, Alistair Overeem e Cung Le). Essa lista era composta por Daniel Cormier da categoria Peso Pesado, Gegard Mousasi e Gian Villante da categoria meio pesado, Roger Gracie, Tim Kennedy , Lorenz Larkin, Ronaldo Souza e Luke Rockhold da categoria peso médio, Roger Bowling, Jason High, Nate Marquardt, Tarec Saffiedine e Bobby Voelker da categoria meio médio e Ryan Couture, Pat Healy, Kurt Holobaugh, Adriano Martins, Gilbert Melendez, K.J. Noons e Josh Thomson da categoria peso leve[2] .

Últimos campeões[editar | editar código-fonte]

Masculino

Categoria Peso Lutador Campeão desde Defesas de título
Peso Pesado até 120.2 kg Estados Unidos Daniel Cormier 19 de maio de 2012 (Strikeforce: Barnett vs. Cormier) 0
Meio-Pesado até 93.0 kg Estados Unidos Dan Henderson 5 de março de 2011 (Strikeforce: Feijão vs. Henderson) 0
Peso Médio até 83.9 kg Estados Unidos Luke Rockhold 10 de setembro de 2011 (Strikeforce: Barnett vs. Kharitonov) 2
Meio-Médio até 77.1 kg Bélgica Tarec Saffiedine 12 de janeiro de 2013 (Strikeforce: Marquardt vs. Saffiedine) 0
Peso Leve até 70.3 kg Estados Unidos Gilbert Melendez 19 de dezembro de 2009 (Strikeforce: Evolution) 4

Feminino

Categoria
Peso
Lutadora
Campeão desde
Defesas de título
Peso Pena até 65.8 kg Brasil Cristiane Santos 15 de agosto de 2009 (Strikeforce: Carano vs. Cyborg) 3
Peso Galo até 61.2 kg Estados Unidos Ronda Rousey 3 de março de 2012 (Strikeforce: Tate vs. Rousey) 1

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]